SHARE
adversario-do-sao-paulo-na-sul-americana-pode-ficar-sem-tecnico-Futebol-Latino-29-04
Foto: Reprodução/Twitter

Enquanto por um lado o clube argentino do Defensa y Justicia vive um momento especial na sua história com a participação na Copa Sul-Americana, por outro precisará observar o mercado para a busca de um novo treinador ao final da temporada.

Leia mais: “Pekerman mudou a mentalidade da Colômbia”, afirma Carlos Sánchez
Confira os jogos da décima terceira rodada do campeonato uruguaio

Segundo informações da agência de notícias Emol, o técnico Santiago Beccacece foi convidado por Jorge Sampaoli para ser o seu assistente, dando ainda mais suporte a informação de que o atual comandante do Sevilla assumirá o posto de novo treinador da seleção da Argentina.

O próprio Santiago, em recente declaração se disse surpreso com o convite que foi realizado em caráter direto de Sampaoli a ele através de um contato telefônico:

“Foi algo surpreendente porque, independente do que a mídia falou nos últimos tempos, fazia oito meses que eu não falava com Jorge (Sampaoli). Foi na terça (25) a noite. Me pareceu mais oportuno falar com o pessoal do clube para informar como está a situação.”

O presidente da equipe que enfrentará no próximo dia 11 de maio o São Paulo no Morumbi pela partida de volta no torneio continental (jogo de ida terminou em 0 a 0), José Lemme, já lamenta a possibilidade de ter que ir ao mercado de treinadores mesmo antes de se confirmar a saída de Santiago Beccacece:

“Pensamos que iam chamá-lo e, lamentavelmente para nós, o chamaram e vamos ficar sem treinador. É uma pena, pois vinhamos bem e é um treinador bárbaro.”

A parceria, caso se concretize, será a segunda oportunidade em que ambos trabalharão juntos em uma seleção já que, enquanto Sampaoli foi o técnico do Chile, Beccacece esteve como seu auxiliar.