COMPARTILHE
Getty/AFP

*Por Alex Dias de Souza

Em má fase nas Eliminatórias, e com a classificação para Copa do Mundo da Rússia 2018 ameaçada, o técnico Edgardo Bauza e os jogadores da seleção argentina tornaram pública a vontade de atuar no estádio La Bombonera.

Leia mais: Maradona quer Argentina em La Bombonera: “Se é preciso pagar aluguel, eu pago”

Por entender que se trata de um caldeirão e que seria um fator importante para intimidar os adversários, muitos apoiaram a escolha do elenco.

O ídolo Diego Maradona inclusive, se ofereceu para pagar o aluguel do estádio para seleção nacional mandar o seu jogo. Atendendo aos pedidos, o presidente da AFA, Armando Pérez confirmou o confronto diante do Chile no estádio do Boca Juniors.

“Se os jogadores se sentem melhor jogando no estádio do Boca, então vamos para lá”, afirmou.

Em entrevista a uma rádio, Pérez ainda falou sobre o pedido do presidente do River Plate, Rodolfo D’Onofrio que foi contra a escolha dos jogadores.

“Eu estive com D’Onofrio, e expliquei que os jogadores e o técnico, decidiram que o estádio do Boca é uma opção melhor. Para mim dá na mesma, não tenho preferência por um ou outro”, afirmou Pérez.

Sobre a decisão do jogadores de não falar com a imprensa, Pérez afirmou que a seleção sofreu duras críticas após a derrota para o Brasil por 3 a 0 e ressaltou que essa é uma escolha exclusiva dos jogadores. Além disso, mesmo com os resultados ruins, o presidente não se mostrou preocupado e bancou o técnico Edgardo Bauza, que tem contrato até o Mundial da Rússia em 2018.

COMPARTILHE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.