SHARE
Foto: Facebook Huracán

*Alex Dias de Souza

O gesto dos dirigentes e atletas do Atlético Nacional-COL, que faz questão de ceder o título da Copa Sul-Americana à Chapecoense após o trágico acidente que matou 71 pessoas, foi apoiado e aplaudido pelo mundo inteiro.

Leia mais: http://futebolatino.lance.com.br/atletico-nacional-abre-mao-do-titulo-da-copa-sul-americana/

Entretanto nem todos enxergaram nobreza e bondade na atitude do clube colombiano. Em entrevista ao programa El Crack Deportivo, o presidente do Huracán, Alejandro Nadur se referiu ao gesto como demagogia e questionou a homenagem do elenco do Atlético Nacional.

“Sem qualquer dúvida, hoje não era o momento para a demagogia. Eles fizeram isso por demagogia, não gosto da gestão do Atlético Nacional, por conhecê-los, tenho certeza disso. Isso quem irá decidir é a Conmebol. Mas agora não quero falar sobre isso e nem sobre a dor das famílias”, afirmou Nadur.

O principal motivo das declarações do presidente se deve a atitude do Atlético Nacional, que anteriormente não concordou em adiar uma partida da Copa Libertadores, que aconteceu depois de um acidente ocorrido na Venezuela em fevereiro deste ano.

 

  • joao victor

    Não mentiu, pois muitos falaram coisas no calor da emoção. Vejamos que é quem daqui a alguns meses.

  • Junior Santos

    chuuuupa seu presidente fanfarrão !

    oq é huracan? representa oq no mundo futebolístico? então coloque se em seu lugar seu presidente fanfarrão e tente colocar esse timinho para jogar e ganhar ao menos um títulos seu fanfarrão.