COMPARTILHAR
alex-sandro-descarta-pensar-no-momento-em-renovacao-com-a-juventus-Futebol-Latino-21-09
Foto: Getty Images

O nome do lateral-esquerdo Alex Sandro, da Juventus, foi tratado seguidas vezes no último mercado de transferências como o “trunfo financeiro” dos italianos para uma possível venda que daria suporte para o clube ir atrás de Marcelo, atualmente no Real Madrid.

Leia mais: Jornalista paraguaio ataca Osorio: “O imbecil vem ou não vem?”
Presidente do Colo-Colo sobre chance de classificação: “É preciso ter fé”

Apesar disso, em declaração captada pelo jornal Gazzetta dello Sport, o lateral de 27 anos de idade garante que não tem em mente o assunto de renovação com a equipe de Turim. Seu desejo inicial seria de permanecer, mas ele admite que não houve até o momento qualquer procura da diretoria para prolongar o vínculo atualmente com duração até junho de 2020:

“Nunca pensei em deixar a Juventus, mas ainda não há propostas de renovação. Eu ainda tenho esse ano de contrato, depois o próximo… eu me concentro apenas no presente, então vamos ver o que acontece.”

Um dos pontos fortes tanto na parte ofensiva como no aspecto defensivo, Alex Sandro elogia bastante todo o trabalho tático feito pela equipe de Massimiliano Allegri.

Ressaltando, como exemplo da força do plantel o fato de que, mesmo com a expulsão de Cristiano Ronaldo na primeira etapa, a Juve saiu de campo com uma vitória por 2 a 0 sobre o Valencia em pleno Mestalla na estreia pela Liga dos Campeões da Europa:

“Podemos nos tornar a melhor defesa na Europa, ainda temos que trabalhar duro e bem, mas temos muita qualidade. Eu acho que esta será uma ótima temporada para mim e para meus companheiros de equipe. Eu me sinto bem, mas sei que ainda tenho que melhorar. Em Valência foi uma vitória do grupo. Essa é a nossa força”, garantiu Alex.

Como não poderia deixar de ser, o brasileiro também foi perguntado sobre as suas impressões de momento com o astro português vivendo suas primeira partidas com a camisa da Vecchia Signora:

“Ele trouxe grande qualidade. Estou aprendendo a entender seus movimentos, como ele gosta de receber a bola e acho que, aos poucos, posso dar-lhe algumas assistências. Depois de Valência e da expulsão eu o vi motivado, ele mal pode esperar para desabafar em campo.”