alianza-lima-elimina-melgar-nos-penaltis-e-vai-a-decisao-do-descentralizado-Futebol-Latino-07-12
Foto: Francisco Neyra

Depois de um “maluco” empate por 3 a 3 na cidade de Lima pela ida da semifinal do Descentralizado, já se esperava também que o embate em Arequipa entre Melgar e Alianza Lima na última quinta-feira (6) fosse da mesma maneira. E as expectativas se confirmaram.

Leia mais: Rosario Central vence a Copa Argentina e garante vaga na Libertadores 2019
Teo Gutiérrez é absolvido em julgamento e pega o Atlético-PR na Arena da Baixada

Com um empate em 2 a 2 no tempo normal, a partida foi para a decisão por pênaltis e, depois de um verdadeiro festival de pênaltis perdidos, o Alianza conseguiu ser “menos ineficiente” e carimbou sua vaga na decisão do campeonato nacional.

Aos 17 minutos, Janio Posito aproveitou a boa jogada individual de “Kiko” Velarde na linha de fundo pelo lado esquerdo e, antecipando a marcação rojinegra, subiu de cabeça para fazer a festa da boa presença de público no estádio Arequipa.

Com 32 minutos, Bernardo Cuesta esbanjou categoria para limpar a marcação e bater no extremo canto esquerdo de Leao Butrón para deixar tudo igual e viu o lateral-direito Giancarlo Carmona, já na etapa complementar, virar o marcador para o Melgar.

O placar poderia ter sido ampliado quando Cristopher Gonzáles fez linda jogada, bateu de fora da área e fez a bola bater no travessão e pingar dentro da meta. Porém, nem a arbitragem ou os assistentes validaram o tento entendendo que a esférica não passou totalmente da linha do gol.

Com isso, o novo tento de Posito (de novo em bola alçada na área dos anfitriões) aos 35 minutos do segundo tempo levou a partida para as penalidades onde apenas “Cachito” Ramírez e Juan Posito marcaram para o Alianza entre os 10 batedores elegidos.

Agora, a equipe dirigida pelo técnico uruguaio Pablo Bengoechea enfrenta na final o Sporting Cristal entre os dias 12 e 16 de dezembro. O primeiro jogo ocorrerá com mando dos Íntimos e a volta tendo os Cerceveros como anfitriões.