COMPARTILHE
amoroso-jogo-treino-eua-vou-estar-com-o-coracao-apreensivo-Futebol-Latino-14-01
Foto: Divulgação/Boca Raton FC

Um momento histórico para a curta história do Boca Raton está prestes a acontecer com a sua primeira partida enfrentando uma equipe brasileira, mais precisamente o São Paulo, em um jogo-treino que acontecerá amanhã (15) na cidade de Bradenton, nos Estados Unidos, e que será aberta ao público.

Leia mais: Cecilio Domínguez se aproxima de acerto com América
Tévez se despede do Boca através de vídeo e declara amor ao clube

E, além de ser um momento especial para jogadores e para o clube da Flórida, um outro brasileiro viverá também seu dia de “divisão” nas arquibancadas da IMG Academy: O ex-jogador são-paulino e hoje integrante do projeto do Boca Raton, Amoroso.

Em entrevista exclusiva ao Futebol Latino, o atleta hoje com 42 anos falou um pouco mais a respeito da sensação que será estar do outro lado da moeda agora principalmente pelo fato de que, além de enfrentar o clube onde conseguiu os títulos da Libertadores e do Mundial, saber que no banco de reservas do clube paulista estará seu ex-companheiro e amigo pessoal, Rogério Ceni:

Amoroso também falou sobre outros assuntos aos quais você ouve agora no bate-papo a seguir:

FL – Chegou a conversar com o Rogério Ceni no momento que foi acertado o amistoso ou ainda não teve essa oportunidade?

FL – Como os jogadores do Boca Ratón reagiram quando souberam que esse amistoso aconteceria? Houve algum tipo de euforia?

FL – A respeito do projeto que está sendo executado no Boca Ratón, já é possível fazer algum tipo de projeção relacionado ao clube atuando pela MLS ou ainda é muito cedo?

FL – Com relação a atual temporada, onde o Boca vai atuar na National Premier Soccer League, você acredita que será necessário muito tempo para o clube se adaptar a um estágio de maior dificuldade dos adversários?

FL – Você se imaginou em algum momento trabalhando no futebol nos Estados Unidos ou em qualquer outro clube com esse papel de “embaixador”?