SHARE
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

No começo de janeiro o Grêmio anunciou a contratação do zagueiro Paulo Miranda. A sua contratação foi um pedido de Renato Gaúcho para reforçar o setor defensivo e fazer sombra a Geromel e Walter Kannemann.

Leia Mais: Volante italiano pode trocar a Juventus pela Major League Soccer
Grêmio sofre nova virada e perde mais uma no Campeonato Gaúcho

Como esperado, o novo reforço chegou falando grosso. No desembarque, afirmou que respeitava seus companheiros de posição, mas iria lutar por uma vaga no time titular.

Apesar de toda a pompa e chegar do tão badalado futebol europeu, Paulo Miranda nunca foi unanimidade por onde passou. Revelado no Palmeiras, o zagueiro nunca se destacou e saiu sem deixar saudade. No São Paulo idem. O defensor até chegou a ocupar uma vaga no time titular, porém não chegou nem perto de marcar seu nome no Tricolor Paulista.

Em sua apresentação no Grêmio a primeira gafe. Na hora de elogiar a defesa gremista, confundiu com o maior rival e ganhou as primeiras cutucadas da massa Tricolor nas redes sociais.

Erro à parte, Paulo Miranda foi escalado pelo técnico César Bueno para integrar o time de transição enquanto os campeões da Libertadores não entram em forma. A ideia era passar experiência aos jovens e dar ritmo de jogo ao atleta.

Na estreia contra o São Luiz a primeira falha dentro de campo. Nos minutos finais do confronto, o Grêmio vencia por 1 a 0, mas após levar dois cartões amarelo em sequência, Paulo Miranda foi expulso. A pressão do rival aumentou e na base da raça o Tricolor levou o empate.

Na última quarta-feira Paulo Miranda voltou a ser protagonista pelo lado negativo. Diante de uma equipe pouco organizada, o zagueiro apresentou falhas, errou no segundo gol do Avenida e novamente não impediu o Grêmio de sair derrotado de campo.

Paulo Miranda pode até ser sombra de Pedro Geromel e Walter Kannemann, mas para isso acontecer, Renato Gaúcho e torcida do Grêmio terão que esperar um pouco mais.