Foto: Divulgação

A terça-feira será mais que especial para Ángel Di Maria. Como se não bastasse ser a principal referência do PSG, sem a ausência de

, o argentino vai reencontrar o Manchester United, clube que passou um ano e meio, nas oitavas da UEFA Champions League.

Leia Mais: Atlético-MG e São Paulo decidem seus futuros na Libertadores
Ex-companheiros no São Paulo, Aderllan e Petros se enfrentam na Arábia Saudita

Sem ter um desempenho satisfatório em Old Trafford, o meia sul-americano relembrou a passagem pela Inglaterra e criticou o técnico Louis Van Gaal.

“Fiquei pouco tempo no United. Não me deixaram apresentar um bom futebol. Eu tive alguns problemas com o treinador da época e isso me prejudicou. Graças a Deus pude acertar a minha transferência para o PSG e voltei a ser o mesmo”, afirmou.

Vale lembrar que, Di Maria atravessava um grande momento na carreira em 2014 e o Manchester United pagou 60 milhões de libras ao Real Madrid. Na época, a transferência gerou uma revolta na torcida Merengue, pois ninguém queria a saída do jogador.

Em Old Trafford, o argentino disputou apenas 32 partidas e anotou 4 gols, números que decepcionaram a diretoria e torcida.