antonio-valencia-pode-historia-decisao-da-supercopa-europeia-Futebol-Latino-08-08
Foto: Mike Hewitt/Getty Images

*Por Juliano Rangel

Defendendo o Manchester United há dez temporadas, o lateral-direito e volante equatoriano Antonio Valencia não deve seguir na próxima temporada nos Red Devils. O jogador de 33 anos já tem um destino provável e não é o continente Sul-Americano.

Leia mais: Atacante boliviano é eleito como goleador da América

Falhas de Yerry Mina geram críticas dos torcedores do Everton

De acordo informações divulgadas da mídia equatoriana, pessoas próximas do atleta, que assumiu a braçadeira de capitão da equipe em 2017, destacam que mesmo com o rumor de que ele poderia seguir para o West Ham, a opção de ir para o futebol chinês vem sendo a mais considera.

Segundo essas pessoas, para Valencia, o sentimento é de dever cumprindo com a camisa do United, onde conquistou nove títulos. Eles contam que o desejo do jogador, em sua última partida em Old Trafford, que pode ser no dia 12 de maio, diante do Cardiff City, é de agradecer a todos os torcedores presentes portando uma bandeira do Equador.

Valencia chegou ao United em 2009, após um pedido técnico da equipe da época, o escocês Alex Ferguson. Com os Red Devils, já conquistou uma duas Premier League, duas Copas da Liga Inglesa, três Supercopas da Inglaterra, uma Copa da Inglaterra e uma UEFA Europa League.