Foto: Montagem

*Por Juliano Rangel

No próximo dia 9 de dezembro, River Plate e Boca Juniors, enfim, protagonizarão o segundo duelo da final da Copa Libertadores de 2018, no Estádio Santiago Bernabéu, na cidade de Madri.  A partida também marcará a volta de cinco jogadores das duas equipes ao estádio localizado na capital espanhola.

Leia mais: Problema na Justiça da Espanha pode tirar capitão do River Plate da final

Boca Juniors emite comunicado e afronta a Conmebol sobre final da Libertadores

Pelo lado do River Plate, o goleiro German Lux e os meio-campistas Leonardo Ponzio e Enzo Pérez terão a chance de retornar ao palco do jogo, enquanto que pelo lado do Boca Juniors, Fernando Gago e Carlos Tevez trarão um pouco da experiência de atuar no estádio do Real Madrid.

Pelo Zaragoza, Ponzio visitou o local em oito oportunidades, nas quais perdeu cinco jogos, empatou uma partida e saiu vencedor em apenas dois duelos, Já Enzo Pérez, atuou em apenas um jogo no estádio com a camisa do Valencia e acabou saindo com a derrota por 3 a 2.

Germán Lux já foi até o Bernabéu para atuar pelas equipes do Mallorca e do Deportivo La Coruña. Foi derrota em dois jogos, sendo o primeiro, com a camisa do Mallorca, pelo placar de 4 a 3, e no segundo, com a camisa do La Coruña, com uma goleada de 5 a 0.

Carlos Tevez também atuou por duas equipes em três jogos no estádio, sendo o primeiro, em 2012, com o Manchester City, no qual saiu perdedor por 3 a 2. Nos dois últimos duelos, já vestindo a camisa da Juventus, venceu por 2 a 1, em 2013, e, em 2015, saiu com o empate em 1 a 1, que classificou a equipe italiana para a final da UEFA Champions League da temporada 2014/2015.

De todos os cinco jogadores, o que tem mais histórias no estádio é Fernando Gago, que atuou pelo Real Madrid entre 2007 e 2012, disputando 62 partidas e marcando um gol. Ele também atuou como visitante no estádio em duas oportunidades, quando defendia o Valencia. Empatou o primeiro jogo em 1 a 1 e perdeu o segundo por 2 a 0.