SHARE
FEF-informações-corrupção-nomeia-novo-presidente-Futebol-Latino-10-03
Foto: Reprodução/Expreso

No que depender do presidente da Federação Equatoriana de Futebol, Carlos Villacis, não haverá qualquer alteração no que se refere aos contratos televisivos com as atuais emissoras locais.

Leia mais: Árbitros da Conmebol passarão por uma pré-temporada no Paraguai
Cerro Porteño une seus torcedores pela reforma do seu estádio

Em entrevista que foi divulgada pelo site do renomado veículo equatoriano Ecuavisa, Villacis pontuou que as situações passadas não foram suficientes para o rompimento do vínculo entre FEF e os veículos de comunicação donos dos direitos de TV:

“Os canais donos dos direitos de televisão se comprometeram que vão nos pagar mensalmente, vamos confiar neles.”

Os direitos de TV referente aos clubes e transmissão de campeonatos nacionais do Equador tiveram recentemente problemas de pagamento por parte dos meios de comunicação que causaram, inclusive, graves problemas nas contas da federação.

O que também foi comentado por Carlos Villacis são os resultados da auditoria interna que, de acordo com os seus resultados, foi capaz até mesmo de afastar o longevo presidente Luis Chiriboga:

“Nunca se firmou o registro de ativos fixos. Quando faltavam os ativos fixos, nunca se fez nenhum tipo de registro ou mesmo nunca se aplicou nenhum tipo de multa correspondente.”

Em referência ao corte de benefícios de algumas empresas que patrocinam a FEF justamente pela questão de não-cumprimento de contrato, o mandatário do futebol no Equador preferiu contemporizar:

“Isso começou a acontecer agora, vamos recuperar a credibilidade. É possível que já em 2018 recuperemos a credibilidade.”

SHARE
Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, editor do Futebol Latino e também colaborador do blog eMania.