SHARE
argentina-ou-brasil-paises-podem-repetir-duelo-local-na-recopa-Futebol-Latino-29-11
Foto: Divulgação/Conmebol

Apesar de estarem disputando competições diferentes no futebol da América do Sul, Grêmio, Lanús, Independiente e Flamengo possuem algo em comum: A chance de “monopolizar” novamente a Recopa Sul-Americana.

Leia mais: Zagueiro brasileiro alerta para necessidade de vitória no português
Johnny Herrera prefere título chileno ao invés de ser eleito o melhor goleiro da América

Com a garantia de que teremos um argentino ou um brasileiro na edição de 2018 graças a Libertadores e a classificação do Independiente ontem (28) a decisão da Sul-Americana, depende de Grêmio e Flamengo manterem vivas as possibilidades de repetir o que houve em 1993, 1994 e 2013 com um clássico brasileiro em disputa.

Nas oportunidades, a Recopa reuniu frente a frente São Paulo x Cruzeiro (título do Tricolor nos pênaltis por 4 a 2), São Paulo x Botafogo (3 x 1 para os paulistas) e Corinthians x São Paulo (duas vitórias do Timão: 2 a 1 e 2 a 0).

Por outro lado, caso o Granate se consagre campeão da Liberta e o Rojo fature a Sul-Americana, os hermanos reeditarão 1995, 1997 e 2015, oportunidades onde a Recopa foi decidida por um clássico argentino.

Em 1995, vitória do próprio Independiente sobre o Vélez por 1 a 0, em 1997 triunfo do Vélez sobre o River Plate nas penalidades por 4 a 2 (1 a 1 no tempo normal) e, no ano de 2015, o Millonario passou pelo San Lorenzo ganhando a ida e a volta pelo mesmo marcador: 1 a 0.