COMPARTILHE
Reprodução: Diez.bo

*Por Mônica Alvernaz

Com o Apertura na Bolívia se encaminhando para a reta final, alguns pontos começam a ser decididos. Para o Nacional Potosí, o título ficou um pouco mais distante. No entanto, a equipe pode se aproximar de outra marca importante na competição.

Leia mais: Falão Garcia parabeniza Ernesto Farías pelo acesso
Seattle Sounders é o primeiro finalista da MLS

Se o caneco não é realidade para o Nacional Potosí, que está a 17 pontos do líder, o artilheiro do campeonato pode ser. O argentino Alessandrini, de 31 anos, é o artilheiro da competição boliviana com 10 gols.

Atrás do argentino, três jogadores com 9 gols estão na cola do artilheiro. Juanmi Callejon, do Bolívar, Gabriel Rios, do San José, e Jose Castillo, do Guabirá.

Sobre o bom desempenho no Apertura, Alessandrini falou ao portal Diez.bo. “Temos um bom grupo e existem grandes jogadores. Se não fosse pelos meias e pelos laterais, que fazem um grande trabalho, não teria a quantidade de gols que tenho. O nível do grupo e a qualidade dos jogadores que estão nesse campeonato tem influência”.

Atualmente o Nacional Potosí está em sexto lugar na tabela de classificação do Apertura. Em 16 jogos foram 6 vitórias, 3 empates e 7 derrotas, o que deixam a equipe de Alessandrini com 21 pontos na tabela.

Apesar do bom desempenho pessoal, Alessandrini não esconde o desejo de melhorar a colocação na tabela. “Nossa meta é terminar em terceiro ou quarto lugar. Sabemos que se fizermos as coisas bem, fizermos tudo em campo e formos profissionais nos treinamentos, vamos conquistar nosso objetivo de terminar nas primeiras posições”.

Para continuar buscando subir na tabela de classificação, a equipe de Alessandrini volta a campo na próxima quarta (30). A partida contra o San Jose ocorrerá no Estádio Jesús Bermúdez às 20h30, em partida atrasada da 12ª rodada do Apertura.