SHARE
Unión-Española-Cerro-Libertadores-Futebol-Latino-07-02
Foto: Arte Futebol Latino

O Unión Española entrou em campo precisando de apenas um empate para avançar na Libertadores e bateu o Cerro, do Uruguai por 2 a 0. Agora, o time do Chile espera o vencedor de The Strongest e Montevideo Wanderers na próxima quinta-feira para saber o rival na terceira fase do torneio continental. O primeiro jogo foi vencido pelos bolivianos por 2 a 0.

Leia Mais: Junior Barranquilla vence com facilidade e avança na Copa Libertadores
Em jogo de muitos gols, Unión Española aproveita vacilo do Cerro e vence em Montevidéu

O duelo

Em desvantagem no confronto, o Cerro não se intimidou em jogar fora de seus domínios e resolveu partir para cima. Nos primeiros minutos, a equipe comandada por Diego Barragán tentou um abafa em cima do Unión Española e quase abriu o placar com Ángel Luna, que recebeu a bola na grande área e obrigou o goleiro Sánchez a praticar excelente defesa.

Após o susto inicial, o Unión Española começou a tomar conta do meio de campo e através da bola área carimbou o travessão em duas oportunidades, ambas com Sebastián Jaime.

Aos 34 minutos, o time chileno abriu o placar. Em cobrança de escanteio, Sebastián Jaime desviou na primeira trave e Jorge Ampuero apareceu para empurrar a bola para dentro do gol, 1 a 0.

Segundo Tempo

A reta final começou como a primeira parte do jogo. O Cerro veio para cima, apostou no esquema 4-3-3 e pressionava o time chileno com uma verdadeira blitz.

A primeira chance clara veio aos 11 minutos. O time uruguaio chegou através de lançamento longo na grande área, que Mauren Franco ajeitou de cabeça e Jorge Rodríguez encheu o pé e parou no goleiro Sánchez.

Quando o gol de empate parecia próximo, o Cerro sofreu um baque. O atacante Ángel Luna deu uma entrada criminosa no rival e foi expulso pelo árbitro Sandro Meira Ricchi.

Mesmo com um jogador a menos, a equipe uruguaia continuava em cima, mas deixava espaços para a Unión Española contra atacar. Em um desses lances rápidos, o segundo gol quase saiu com Jaime, que saiu na cara do goleiro e viu Irrazabal operar um milagre.

Se Sebastián Jaime perdeu a primeira oportunidade, na segunda o camisa 23 não desperdiçou. O centroavante recebeu passe açucarado de Diego Churín e tocou por cima do goleiro, 2 a 0.

A partir do segundo gol marcado pelos donos da casa, o ritmo do confronto caiu e o Unión Española apenas administrou o resultado inteligentemente.