Foto: Divulgação

Na Arena da Baixada, o Athletico se recuperou da estreia com derrota e massacrou o Jorge Wilstermann por 4 a 0. Com o resultado, o Furacão assumiu a vice-liderança do grupo G, com três pontos. O clube boliviano é o lanterna, com apenas um.

Leia Mais: Peñarol goleia San José e vira vice-líder do grupo do Flamengo
Racing e Defensa y Justicia disputam ponto a ponto o título argentino

Na próxima rodada, o Athletico recebe o Boca Juniors, na Arena. Enquanto isso, o Jorge Wilstermann visita o Tolima.

O duelo

Um Athletico avassalador. Apoiado pela torcida nas arquibancadas, a equipe de Tiago Nunes mostrou a sua força desde os primeiros minutos e abafava o Jorge Wilstermann, que diante do sufoco, apostava suas fichas no goleiro Giménez.

Aos 15 minutos, Renan Lodi saiu livre na grande área, matou no peito e pegou de primeira. Giménez caiu e espalmou de maneira fantástica.

Melhor em campo, o gol parecia questão de tempo e Nikão por muito pouco não tirou o zero do placar. Em chute de fora da área, o atacante viu o goleiro boliviano executar nova defesa.

De tanto insistir, o Athletico abiu o placar aos 31 minutos. Rony soltou a bomba, ela desviou em Marco Ruben e matou Giménez, 1 a 0.

Aos 36 minutos o segundo. Em rápido contra-ataque, Tomás Andrade avançou com a bola, arriscou da intermediária e Giménez, que foi tão bem ao longo da etapa inicial, aceitou de maneira bizarra, 2 a 0.

Se o Jorge Wilstermann sonhava com alguma reação na etapa final, ela foi por terra logo aos 4 minutos. Camacho deu belo passe para Renan Lodi, que invadiu a grande e bateu forte. Sem chances para o goleiro, 3 a 0.

Com o jogo decidido, o Athletico diminuiu o ritmo e levou o jogo como se fosse treino. Marcelo Cirino, que saiu do banco de reservas, colocou Renan Lodi para correr e o lateral achou Tomás Andrade. O camisa 8, sozinho na grande área, bateu por cima do gol.

Tímido no campo ofensivo, a primeira chance do Jorge Wilstermann só criou a primeira chance aos 37 minutos. Após cruzamento da direita, Serginho pegou de primeira e Santos fez milagre.

Ainda deu tempo do quarto gol. Na troca de passes, Brian Romero cruzou, Cirino desviou e Bruno Guimarães apenas empurrou para o fundo das redes.