james-rodriguez-deixa-no-ar-critica-ao-real-madrid-Futebol-Latino-24-06
Foto: Nelson Almeida/AFP

Uma informação trazida nessa quinta-feira (25) pelo diário catalão Mundo Deportivo pode indicar mudança considerável na rota anteriormente prevista para o futuro do meia colombiano James Rodríguez, com direitos ligados ao Real Madrid (Espanha), e as especulações que o ligaram ao Napoli (Itália) nas últimas semanas.

Leia mais: Após estreia no América, Giovani Dos Santos desabafa nas redes sociais
Quase 13 milhões de pessoas acompanharam primeira fase da Libertadores no Facebook

Isso porque a diretoria do também espanhol Atlético de Madrid na figura do presidente, Enrique Cerezo, e do diretor executivo, Gil Marín, teriam agendado uma reunião nos EUA com o presidente do arquirrival Florentino Pérez, para abrir conversas sobre a possibilidade. O local se deve ao fato de que os dois clubes estão disputando um torneio de Pré-Temporada no país, a International Champions Cup, e inclusive irão se enfrentar na próxima sexta-feira (26) às 21 h.

Mesmo com o jogador fora dos planos do elenco principal do clube e com claros problemas de relacionamento desde a primeira passagem como técnico de Zinedine Zidane pelo Real, a possibilidade de empréstimo não é mais tratada como viável pelos Blancos.

Aliás, esse foi o motivo trivial para afastar a possibilidade dos italianos investirem a quantia desejada por parte do Real Madrid, 50 milhões de euros (R$ 211 milhões). Valor esse que representa X em relação ao gasto pelo clube para tirar o meia colombiano do Monaco (França) no ano de 2014 logo após a Copa do Mundo realizada no Brasil.

Por parte do vestiário do Atleti, o aval mais importante James certamente tem, de acordo com o jornal catalão: o do técnico Diego Simeone.