SHARE
atletico-nacional-sol-de-america-copa-sul-americana-futebol-latino-27-09
Foto: Arte Futebol Latino

Nesta terça-feira, o Atlético Nacional derrotou o Sol de América por 2 a 0 e avançou na competição. Os gols da equipe colombiana foram marcados por Bocanegra e Berrío.

Leia Mais: Corinthians e Flamengo interessados em destaques do Botafogo
Atacante argentino pode ser preso por suspeita de dirigir embriagado

O jogo

Com a torcida apoiando, o Atlético Nacional começou o duelo com mais posse de bola e apostava no ataque rápido para furar o bloqueio da zaga paraguaia.

Mesmo com o controle do jogo, o time colombiano chegou pela primeira vez através da bola área. Após cruzamento, a chance de empurrar para dentro ficou com Álvaro Nájera, mas o zagueiro errou o chute e a zaga afastou.

Minutos mais tarde, o Atlético Nacional voltou a assustar com Macnelly Torres. O camisa 10 recebeu a bola na direita e tentou colocar no ângulo do goleiro, mas chutou para fora.

Apesar do domínio colombiano, o maior interessado em abrir o placar era o Sol de América, já que ele precisava vencer para avançar na competição. A única chance paraguaia na etapa inicial veio nos minutos finais com Díaz. O camisa 17 recebeu um ótimo passe, mas Armani saiu rápido e prensou o chute.

Segundo Tempo

Nos primeiros minutos da segunda etapa o Nacional perdeu Mosquera. O camisa 21 acertou o adversário sem bola e recebeu o cartão vermelho.

E quando parecia que o Sol de América iria pressionar no campo do Nacional, o time da casa abriu o placar com Bocanegra. Em cobrança de falta perto da grande área, o lateral-direito bateu no contrapé do goleiro e saiu para o abraço, 1 a 0.

Em busca do empate, o técnico Javier Sanguinetti resolveu abrir o time e fez duas mudanças no setor ofensivo ao promover a entrada de Melgarejo e Duré. O empate quase saiu aos 23 em chute de Alvarez, que tirou tinta da trave de Armani.

Aos 25 minutos um banho de água fria no Sol de América. Após confusão no centro de campo, Melgarejo, que havia acabado de entrar levou o cartão vermelho.

A expulsão tirou a força dos paraguaios e o Atlético Nacional voltou a crescer no jogo. Aos 37 minutos o golpe de miscericórdia. Em rápido contra-ataque, Berrío invadiu a área e bateu no alto, 2 a 0 e vaga garantida.

Nos minutos finais, o jogo ficou aberto, mas ninguém conseguiu balançar as redes e o Atlético Nacional garantiu a vaga nas quartas de final.