SHARE
atletico-nacional-oficializa-a-saida-de-juan-manuel-lillo-Futebol-Latino-05-12
Foto: Vizzorimage

A queda no Finalización colombiano para o Tolima nas quartas de final do torneio parece já reverberar de maneira negativa nos bastidores do Atlético Nacional, sendo a primeira “vítima” da eliminação o técnico espanhol Juan Manuel Lillo.

Leia mais: Seis brasileiros presentes na Seleção de ex-companheiros de Zé Roberto
Atacante paraguaio se encontra com presidente do Oriente Petrolero

Após vários veículos locais já darem como certa a saída de Lillo, em um comunicado emitido nessa terça-feira (5) pelo próprio clube Verdolaga foi confirmado que o profissional não é mais o comandante do time que, na temporada passada, viveu o auge do primor técnico principalmente na conquista da Copa Libertadores.

Vindo em junho desse ano com a responsabilidade de repetir os sucessos obtidos pelo hoje treinador do Flamengo Reinaldo Rueda, Lillo conseguiu um interessante número de 13 vitórias em 22 partidas a frente da equipe de Medellín. Entretanto, esse percentual não foi suficiente para evitar quedas sentidas na Copa Colômbia (diante do Patriotas) e, agora, no segundo turno do campeonato colombiano.

Além da saída do espanhol, deixam também a comissão técnica do time o assistente técnico Iñígo Martínez e o preparador físico Jorge Muñoz. Segundo informa o comunicado em duas oportunidades, partiu do treinador a decisão de deixar o comando do Atlético Nacional.

“O Atlético Nacional se permite informar a opinião pública e aos meios de comunicação que Juan Manuel Lillo, quem vinha desempenhando o papel de técnico da equipe profissional, tomou a decisão de se retirar do dito cargo.

As referências que o Atlético Nacional tinha do treinador Lillo no momento da contratação eram excepcionais e, depois desse tempo trabalhando a frente da equipe, a instituição ratifica a sua qualidade profissional e pessoal.

Como é conhecido por todos, jogadores e diretores da instituição reiteraram o apoio ao projeto desportivo liderado pelo professor Lillo. Sem dúvida, diante de sua decisão, aceitamos e manifestamos que se dá da melhor maneira possível.

A família verdolaga agradece a Juan Manuel Lillo, Iñigo Domínguez e Jorge Muñoz pela sua dedicação, trabalho e carinho com a equipe profissional e lhes deseja êxito em seus próximos compromissos profissionais. As portas do clube estão abertas para trabalhar juntos novamente no futuro.

Em conjunto com a Comissão Técnica, começamos de imediato o processo de formação do novo corpo técnico com o fim de assumir os compromissos nacionais e internacionais que se apresentarão na temporada 2018.”