SHARE
Reprodução: Diez.bo

*Por Mônica Alvernaz

O jogo entre Guabirá e Oriente Petrolero pelo Apertura da Bolívia foi marcado por uma cena inusitada. Ao marcar o gol de empate para o Guabirá, o jogador pediu desculpas à torcida do Oriente Petrolero.

Leia mais: Zamora vence Zulia e abre vantagem na final da Venezuela
Gareca afirma que as portas da seleção peruana não se fecharam para Farfan e Pizarro

O atleta em questão é o atacante boliviano José Alfredo Castillo, conhecido como “El Pícaro”. A partida era vencida naquele momento pelo Oriente por 1×0, quando Castillo fez o gol aos 39 minutos do primeiro tempo.

Sua equipe, o Guabirá, está em situação delicada na tabela, já que é o lanterna do Apertura até aqui. Apesar disso, ao invés de comemorar muito o gol, Castillo se dirigiu à torcida adversária e se desculpou.

A razão pelas desculpas vem dos tempos de torcedor. O time de coração de Castillo é o Oriente Petrolero. Pela equipe adversária no último confronto, que o atacante fez sua estreia no futebol profissional no ano 2000.

Com isso, ao marcar contra o time de coração, Castillo se dirigiu à torcida visitante, já que o Guabirá era mandante no jogo, e com a mão direita levantada pediu desculpas.

O atacante poderia ter definido o jogo a favor do Guabirá, mas acabou desperdiçando as oportunidades. Como no futebol, quem não faz leva, o Oriente Petrolero conseguiu a vitória quase aos 40 minutos do segundo tempo.

Com o mau resultado, a crise no Guabirá só piorou. A equipe de Castillo é a última colocada na tabela de classificação com apenas 16 pontos. Em 18 jogos foram 5 vitórias, 1 empate e 12 derrotas.

Faltando três rodadas para o fim do Apertura, o Guabirá tenta recuperação. O próximo desafio será em casa, diante do Jorge Wilstermann. O jogo será realizado na próxima quarta às 22h no Estádio Gilberto Parada.

 

SHARE

A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.