COMPARTILHE
Barcelona de Guayaquil
Foto: Reprodução/DirecTV/Equador

*Por José Dias Sorriso

Barcelona de Guayaquil campeão! O time ”amarillo” levantou a taça do Campeonato Equatoriano no último domingo, com uma rodada de antecipação. A equipe não deu qualquer oportunidade para os concorrentes no decorrer da competição nacional que é dividida em duas etapas.

Leia Mais: Universidad Católica massacra Iquiqui e fica perto de título do Apertura

Calendário prejudica equipes latinas no Mundial de Clubes

O Barça já havia levado a melhor na primeira etapa e após vencer o Mushuc Runa, fora de casa, por 4 a 2, no último final de semana, assegurou a conquista do título sem precisar de disputar uma final.

Atuando no estádio Bellavista, em Ambato, o time de Guayaquil comandado pelo técnico uruguaio Jorge Guillermo Almada, de 47 anos, abriu quatro gols de vantagem sobre o adversário.

Alvez, Oyola e Vera (2) anotaram em favor dos visitantes; Pita e Quintero, descontaram para os donos da casa. Com a conquista, o Barcelona chegou aos 51 pontos ganhos, não podendo ser mais alcançado pelo rival Emelec, que ficou para trás com 45 pontos ganhos.

Além de conquistar a taça, a equipe de Guayaquil quebra uma hegemonia do principal rival, que vinha de um tricampeonato. Barcelona, Emelec e El Nacional tem as suas vagas carimbadas como representantes equatorianos na disputa da próxima Copa Libertadores da América.

RECORDES

O Barcelona quebrou vários recordes na temporada 2016 do futebol equatoriano. Comandado pelo uruguaio Almada, a equipe conquistou um total de 98 pontos ganhos, juntando as duas etapas do campeonato nacional.

O recorde anterior pertencia ao rival Emelec, que havia chegado a 92. O clube anotou 90 gols (o Emelec havia feito anteriormente 83). Foram 31 vitórias, quebrando mais um recorde antes pertencente ao rival, que havia alcançado 27.

O ataque do Barcelona de Guayaquil funcionou no campeonato, balançando a rede dos adversários 60 vezes, ultrapassando a marca que pertencia a LDU, que em temporada anterior havia feito 51. O Barcelona tornou-se o maior campeão equatoriano da história com 15 conquistas: 1960, 1963, 1966, 1970, 1971, 1980, 1981, 1985, 1987, 1989, 1991, 1995, 1997, 2012 e 2016.