Foto: TyC Sports

Após abrir negociação com o Gimnasia La Plata, agora de maneira oficial, Diego Armando Maradona começou a montar a sua comissão técnica para trabalhar no time argentino.

Leia Mais: Após rumores de retorno, meia argentino decide permanecer na Europa
Argentina e Chile buscam novo recomeço em busca do Mundial de 2022
Sem dificuldades, Japão leva a melhor contra o Paraguai

Um dos primeiros nomes foi Gabriel Batistuta. Maradona viu no ex-atacante a seleção a possibilidade de montar uma dobradinha de muito sucesso e tirar o Lobo das últimas colocações da Superliga Argentina.

Através das redes sociais, Gabriel Batistuta admitiu que recebeu o convite de Díos e explicou o motivo de ter recusado a oferta.

“Quero agradecer o carinho do Maradona por ter me procurado e oferecido a oportunidade de trabalhar no futebol argentino. Infelizmente, tenho uma cirurgia marcada no dia 17/9 na Suíça para colocar uma prótese no meu tornozelo, pois só assim poderei caminhar normalmente. Desejo o melhor a ele”, escreveu.

Sem Batistuta, a comissão técnica de Maradona no Gimnasia La Plata começa a ganhar contornos de suspense e os nomes de Carlos Fernando Navarro Montoya, Andrés Yllana e Gallego Méndez aparecem como favoritos para trabalhar com Díos no time argentino.