COMPARTILHAR
Foto: Divulgação

*Por Alex Dias de Souza

Nesta quarta-feira (8), diante de um La Bombonera lotado e barulhento, o Boca Juniors mostrou sua força, venceu o Libertad por 2 a 0 e saiu na frente no duelo válido pelas oitavas de finais da Libertadores.

Os gols do time argentino foram marcados por Ábila e Zárate ainda na primeira etapa.

O resultado deixa o Boca com uma situação muito confortável, isso porque, se marcar um  gol, o time argentino poderá obter a classificação mesmo se perder por dois gols de diferença. Já o Libertad terá uma tarefa difícil, já que agora tem a obrigação de vencer por uma diferença de três gols ou mais no jogo de volta.

Boca Juniors solicita mudança no regulamento da Libertadores e Conmebol veta; Entenda

Gabriel Batistuta negocia para assumir o comando técnico do Libertad

O jogo

O Boca começou o jogo com tudo. Logo no início, o time argentino pressionou o Libertad com boas jogadas e abriu o placar logo aos 6 minutos. Na jogada, Cardona cobrou levantou a bola na grande área, para Goltz, que chutou em cima do defensor. Na sobra, Ábila fuzilou e estufou as redes, sem chances de defesa.

Só dava Boca Juniors! Dois minutos após o gol, em contra-ataque, Ábila fez uma bela jogada de pivô e tocou para Cardona. O camisa 10 buscou o lançamento longo e a bola bate no braço de Riveros interrompendo um bom lance do time argentino.

Aos 15 minutos, veio o primeiro lance de perigo do time paraguaio. Após uma cobrança de falta longa na área do Boca, Bareiro apareceu por trás da zaga argentina e sem marcação, cabeceou para fora, à direita do gol para perder uma chance incrível.

Mesmo com o susto, os argentinos continuaram melhores no jogo. Muitas jogadas foram  criadas e desperdiçadas, mas aos 43, Ábila recebeu na grande área e tocou para Zárate. O atacante bateu de canhota à direita, sem chances de defesa para o goleiro Muñoz.

Segundo tempo

Na segunda etapa, os donos da casa continuaram pressionando. Logo aos 2 minutos, Cardona deu um belo passe para Pavón na direita do ataque. Na sequência, o camisa 7 tentou tocar para Ábila, mas a zaga do Libertad conseguiu ficar com a bola.

O Libertad respondeu logo aos 5 minutos. No lance, Bareiro chegou no ataque e bateu forte para o gol, obrigando o goleiro estreante Andrada a fazer boa defesa.

Aos 17, Cardona descolou lindo lançamento por cima para Zárate na área. O atacante domina e tocou com categoria na saída de Muñoz, que defendeu com os pés.

O Libertad desperdiçou outra chance de ouro aos 23 minutos. Após cruzamento na área, a zaga do Boca não afastou e a bola sobrou para Óscar Cardozo. O atacante girou e bateu fraco e viu Goltz tirar em cima da linha.

Ao longo da segunda etapa, o Boca Juniors dominou completamente os visitantes e passou a explorar o contra-ataque. Aos 26, Pablo Pérez fez linda jogada no meio e lançou Pavón. O atacante recebeu sozinho e tocou na saída de Muñoz, que fez linda defesa, novamente com os pés e impediu o terceiro gol do Boca.

A partir daí, o time argentino administrou  e esperou o apito final para assegurar uma importante  vantagem para o jogo de volta.