COMPARTILHE
Foto: La Nación

No dia 2 de outubro, a CONMEBOL anunciou a ampliação dos clubes participantes da maior competição entre clubes do continente. Antes 38, agora 44 equipes brigarão pela Taça. O que poderia ser motivo de euforia e celebração, gerou mesmo confusão na Argentina. A Confederação Sulamericana determinou que o dono da vaga extra via campeonato argentino seria do quinto melhor colocado geral, o Tucumán.

Leia Mais: Você sabe qual é a maior torcida da América do Sul?
Orlando City e Atlético-PR anunciam parceria e amistoso em 2017

Entretanto, como não havia a previsão de tal vaga no início da competição, o Independiente, sexto colocado no Argentino e maior campeão da Libertadores, passou a pleitear a vaga. O campeonato local foi dividido em dois grupos, tendo Tucumán e Independiente como terceiros colocados em suas chaves, mas o Tucumán somou três pontos a mais. Esta será a estreia do clube fundado em 1902 em competições internacionais.

Incluir o Independiente num ano em que Boca Juniors e River Plate podem nem disputar a competição não seria justo pelos pontos alcançados, porém traria mais tradição aos representantes da AFA: até agora, estão classificados Lanús, San Lorenzo, Estudiantes de La Plata e Godoy Cruz. Boca e River disputam a Copa Argentina, que está nas quartas de final. O Independiente ainda tem chance de disputar a Libertadores, desde que o San Lorenzo vença a Sulamericana, o que abriria uma sétima vaga aos argentinos.