SHARE
tecnico-da-bolivia-nao-misterio-equipe-titular-diante-do-brasil-Futebol-Latino-05-10
Foto: AP

É evidente que o resultado positivo para a Bolívia, em questões práticas, pouco vai modificar a vida da La Verde nas Eliminatórias, já que a equipe não tem mais possibilidades matemáticas de ir a Copa do Mundo da Rússia.

Leia mais: Vitória pretende impor ritmo intenso na decisão contra o Sport
União e apoio: A soma dos peruanos por resultado histórico

No entanto, na questão anímica visando o ciclo de 2022, vencer os uruguaios hoje (10) às 20h30 seria muito benéfico. Além de, inclusive, conseguir um feito que até hoje em nenhuma oportunidade foi possível para o selecionado boliviano.

Até hoje foram nove vezes em que a Bolívia atuou como visitante em território charrua sendo o retrospecto nada favorável: Um empate e sonoras oito derrotas. Com direito a, em duas Eliminatórias seguidas (2003 e 2007) sofrer goleadas por 5 a 0.

A única vez dentre esses compromissos onde a equipe que hoje será comandada por Alberto Illanes (Mauricio Soria cumpre suspensão imposta pela FIFA) foi em 1977 em partida que terminou com o placar de 2 a 2.

Enquanto Miguel Aguilar marcou duas vezes para a Bolívia, o lendário e conhecido zagueiro do público brasileiro Darío Pereyra fez os dois tentos dos anfitriões.