brasileiros-do-maritimo-buscam-quebrar-tabu-de-mais-de-tres-decadas-Futebol-Latino-18-04
Foto: Arte Divulgação/Marítimo

Estando na décima posição da Primeira Liga com 33 pontos, a próxima rodada reserva para o Marítimo uma missão das mais inglórias: Ir ao Estádio da Luz tentar a vitória contra o líder e um dos favoritos a conquista Benfica.

Leia mais: Charles Aránguiz lamenta situação de ex-clube
William da Silva vê Toluca “com a mesma grandeza” do América

Para se ter uma ideia do qual difícil é o confronto agendado para a próxima segunda-feira (22) às 16h15 (horário de Brasília), a última vez que o clube da Ilha da Madeira comemorou a conquista de um triunfo na casa do adversário foi há 31 anos atrás. Pela temporada 1987/1988, em um time recheado também de brasileiros, coube a Paulo Ricardo marcar o único tento do confronto disputado no dia 11 de setembro de 1987.

Dessa vez, os brasileiros que podem repetir o feito são o lateral-direito Bebeto e o volante Jean Cléber. Segundo o meio-campista, apesar dos destaques individuais que se pode apontar na atual campanha dos Encarnados, não faltarão esforços para que os Leões da Madeira saiam de campo vitoriosos:

“O Benfica faz uma grande temporada este ano. O elenco deles é impressionante. O Seferović, que lidera a artilharia do campeonato, vive um momento muito bom, assim como Jonas, Grimaldo e Rafa Silva. É difícil apontar um só destaque no grupo deles. Vamos fazer de tudo para sairmos do Estádio da Luz com um triunfo.”

Bebeto preferiu considerar os números espantosos que o Benfica conseguiu até aqui como mandante e avisa: não haverá espaço para erros.

“O Benfica perdeu apenas três partidas na Liga e uma só dentro de casa. Tirar pontos deles no Estádio da Luz é sempre uma missão muito difícil. Poucas equipes conseguem. Para conquistar esse objetivo é preciso ser perfeito do primeiro ao último minuto. Um erro pode nos custar um resultado positivo”, avaliou o lateral.