COMPARTILHAR
Eficiência-vitória-Uruguai-Bolívia-Godín-Futebol-Latino-08-10
Foto: Reprodução/Site AUF

O clima esquentou na coletiva de imprensa do Uruguai nesta quinta-feira. Como é costume na Copa do Mundo, na véspera do jogo, treinador e capitão concedem entrevista para falar sobre o duelo e Diego Godín e Oscar Tabárez representaram a Celeste.

Leia Mais: Venezuela vai fazer amistoso sul-americano após o MundialPioneiro na Coreia do Sul, brasileiro fala sobre chances do país na Copa

Questionado por um repórter egípicio se iria parar Mohamed Salah, estrela da seleção rival, da mesma forma que Sergio Ramos, Godín respondeu de maneira ríspida.

“Assisti ao lance entre eles e não acredito que houve maldade do Sergio Ramos. São jogadas que acontecem durante uma partida e não temos o que fazer”, declarou com cara de poucos amigos.

Por fim, Godín deixou claro que, caso Salah entre no jogo, o Uruguai não vai fazer marcação especial no atacante.

“Não nos preocupamos apenas com um jogador e sim com a equipe inteira do Egito. Se ele jogar vai receber a mesma atenção que seus companheiros”, finalizou.