COMPARTILHE
Foto: Reprodução/Mexsport

Edwin Cardona, um dos meias mais habilidosos da Colômbia e que defende o Monterrey do México, concedeu entrevista ao programa El Alargue, da rádio Caracol e falou sobre presente e futuro no futebol.

Leia Mais: Boca prepara investida para contratar atacante da Fiorentina, diz jornal
Alexis Sánchez desperta interesse de gigante espanhol

Sem muitas delongas, o colombiano declarou que gostaria de ser comandado por Jorge Sampaoli. O atleta afirmou que chegou a receber uma proposta do Sevilla, mas seu clube rejeitou por querer mais dinheiro.

“Eu conversei com Sampaoli e disse que sonhava em trabalhar com ele, porém as coisas não deram muito certo e o Monterrey não aceitou a proposta do Sevilla por conta de questão financeira”, disse o camisa 10.

O vínculo do jogador colombiano com o time mexicano vai até 2020 e mesmo assim, Cardona deixou claro que sonha em jogar na Europa em breve. “Como qualquer jogador de futebol, eu trabalho para jogar um dia no futebol europeu”.

Além dos sonhos no velho continente, o meia colombiano revelou que deseja encerrar a carreira no Atlético Nacional, time que o projetou para o futebol mundial e quase conquistou a Copa Sul-Americana 2014.