COMPARTILHE
Chapecoense-Flamengo-Copa-Sul-Americana-Futebol-Latino-13-09
Foto: Arte Futebol Latino

No confronto brasileiro da noite, válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, Chapecoense e Flamengo duelaram forças na Arena Condá. Com muitos erros na finalização, as equipes não conseguiram chegar ao gol e a decisão ficou para o jogo de volta.

Leia Mais: Sport massacra Ponte Preta na Ilha do Retiro e ameniza crise
Vitória busca sequência inédita contra o São Paulo no Brasileirão


Primeiro Tempo

O jogo começou morno, com as equipes tentando achar espaço para criar chances de perigo. A primeira boa chance foi do Flamengo, aos 10 minutos, com chute de Guerrero. Dentro da área, o atacante chutou e acabou sofrendo desvio de Moisés no caminho, que jogou para escanteio. Na cobrança, a zaga afastou o perigo.

A Chape respondeu aos 17 minutos com Reinaldo, em chute cruzado da linha da grande área. Na tentativa, a bola saiu desviada rente à trave esquerda de Diego Alves. Na cobrança de escanteio, o goleiro do Flamengo afastou o perigo de gol.

O time carioca chegou novamente com perigo à área da Chape, em tabela entre Diego e Guerrero. O camisa 35 lançou para o atacante na área, mas Jandrei se antecipou ao lance, saiu do gol e ficou com a bola.

Já passava dos 40 quando a Chape conseguiu novamente um bom lance, o melhor do primeiro tempo. Em chute cruzado, Alan Ruschel conseguiu por força na bola, obrigando Diego Alves a espalmar para o lado. Na sequência do lance, Arão jogou para escanteio, evitando o gol da Chape e mantendo o 0 a 0 no placar na primeira etapa.

Segundo Tempo

Logo no retorno do intervalo, a Chape chegou ao ataque. Em cobrança de falta de Reinaldo, Wellington Paulista tentou chegar com o péna bola, mas ela acabou saindo pela linha de fundo. Na sequência, aos 5 minutos, o Flamengo foi ao ataque e conseguiu um escanteio. Na cobrança de Diego, Juan subiu sozinho para cabecear. Bem posicionado, Jandrei caiu e ficou com a bola.

Aos 15 minutos o Flamengo levou muito perigo e por pouco não balançou as redes adversárias. Em cobrança de falta de Diego, Réver cabeceou com força e obrigou Jandrei a fazer excelente defesa, evitando o gol rubro-negro.

Sabendo da importância do gol fora, o Flamengo seguiu tentando chegar ao ataque, mas a Chape se segurava como podia na defesa. E foi o time da casa que quase marcou aos 30 minutos. Penilla arriscou de longe, Diego Alves espalmou e, no rebote, Reinaldo perdeu o gol de frente para a meta, desperdiçando a melhor oportunidade no jogo.

O relógio marcava 40 minutos quando Lucas Paquetá arriscou de longe e quase marcou. Jandrei desviou para linha de fundo e, na cobrança de escanteio, a bola sobrou novamente para Paquetá que levou perigo e conseguiu novo escanteio para o rubro-negro. No segundo escanteio seguido, Jandrei ficou com a bola. Na sequência, Penilla recebeu a bola no meio de campo, invadiu a área, chutou cruzado e a bola passou rente à trave de Diego Alves.

Mais ofensiva nos últimos minutos, a Chape tentou nos acréscimos chegar ao gol, mas o goleiro rubro-negro ficou com ela e evitou o balançar das redes. Com o 0 a 0 no placar, a decisão ficou para o Rio de Janeiro. Quem vencer, avança para a próxima fase. Em caso de empate com gols, a Chape fica com a vaga e para novo 0 a 0, a disputa ocorrerá nos pênaltis.