COMPARTILHE
Gustavo-Munúa-não-lamentou-derrota-Libertadores-Nacional-Futebol-Latino-15-04
Foto: Reprodução/Club Nacional de Football

Depois de uma temporada bem abaixo das expectativas inicialmente criadas pela LDU tanto na Libertadores (queda ainda na fase de grupos) como também no Primera (sexto lugar) e no Segunda Etapa (quinto lugar), a movimentação visando modificar o elenco já começou.

Leia mais: Artilheiro da Universidad Católica acerta com clube do futebol mexicano
Goleiro do Atlético Nacional pode estar de saída para o Boca Juniors

A grande contratação até o momento não está dentro das quatro linhas, mas sim no banco de reservas da equipe blanca de Quito. Sai o uruguaio Álvaro Gutiérrez, que comandava a Liga desde março desse ano, e entra o também charrúa Gustavo Munúa, treinador que levou o Nacional até as quartas de final da Liberta desse ano sendo eliminado pelo Boca Juniors nas penalidades.

A expectativa mediante a chegada de Munúa é tamanha que um dos principais jornais locais, o El Comercio, montou um verdadeiro raio-x a respeito do profissional elencando suas conquistas como atleta e treinador estilo de jogo e seu perfil a beira do campo.

No mais, as alterações dentro do elenco do time equatoriano tem se limitado a fazer a famosa “barca” elencando os atletas que não devem permanecer para 2017, casos até o momento confirmados do experiente lateral-direito Neicer Reasco (ex-São Paulo) e do meia Enrique Vera.

Por outro lado, o jovem meia José Cevallos Jr. (filho do atual presidente do Barcelona de Guaiaquil e especulado para ir ao atual campeão do Equador) e o zagueiro argentino Norberto Araújo estão confirmados como alguns do que permanecerão no grupo.

COMPARTILHE
Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, editor do Futebol Latino e também colaborador do blog eMania.