COMPARTILHAR
Foto: tribunero.com

Ídolo do Vélez Sarsfield, o paraguaio José Luis Chilavert revelou que por muito pouco não foi naturalizado argentino e defendeu a albiceleste na Copa do Mundo da Itália de 1990. Na época do torneio, o técnico Carlos Bilardo tentou sua naturalização, mas sem sucesso.

Leia Mais: Detentora dos direitos de transmissão da Libertadores fecha parceria com time chileno
Globo vence Ferroviário; Salgueiro e CSA ficam no zero

“Eu fui chamado por Eduardo Manera, que conversou comigo, porém neguei o convite. Deixei claro que o meu coração era paraguaio e só iria disputar uma Copa pelo meu país”, declarou.

Sem Chilavert no gol, mas com Sergio Goycochea, a Argentina fez bela campanha no Mundial e ficou com o vice-campeonato, quando foi derrotado pela Alemanha na grande decisão.

Após recusar o convite albiceleste, Chilavert disputou duas Copas do Mundo com o Paraguai nas edições 1998 e 2002.