SHARE
cicero-e-o-novo-reforco-do-gremio-mas-nao-podera-disputar-o-brasileirao-Futebol-Latino-29-09
Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Querendo fortalecer o plantel mediante a necessidade de seguir se dividindo entre a Copa Libertadores e o Brasileirão, o Grêmio agiu no mercado e contratou o meia Cícero, que esteve há pouco tempo no São Paulo.

Leia mais: Olhando para cima, Juventude e Paysandu jogam em Caxias do Sul
Idolatria a Messi leva fã a invadir o gramado na Liga dos Campeões

Pelo fato do atleta não estar mais vinculado contratualmente ao clube paulista, o Tricolor do Rio Grande do Sul não precisou desembolsar nenhum valor para adquirir os direitos de Cícero em contrato que não teve validade divulgada.

O clube gaúcho, inclusive, sequer fez o anúncio oficial até aqui em caráter oficial, tendo a informação sido divulgada pelo portal Globoesporte.com preferindo submeter o jogador de 33 anos de idade ainda aos tradicionais exames médicos antes de efetivamente assumir a aquisição.

Por ter jogado 10 partidas na atual edição do Brasileirão pelo São Paulo, o Grêmio não pode usar o atleta no torneio nacional, ficando ele como opção unicamente para a Libertadores que, entre as quartas e as semifinais, permite até três trocas dos atletas anteriormente inscritos.