SHARE
cinco-selecoes-da-conmebol-apoiam-a-suspensao-de-punicao-da-bolivia-junto-ao-tas-Futebol-Latino-15-05
Foto: Claudio Reyes/AFP

Se as Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018 já estavam marcadas com a perda de pontos da Bolívia em função de uma escalação irregular, a situação corre o risco de ter novos capítulos pelo menos no que depender de cinco participantes da competição.

Leia mais: Bem perto de ser vice-campeão francês, PSG emplaca melhor jogador da competição
James Rodríguez pode estar de saída para o futebol inglês

De acordo com informações que foram divulgadas nessa segunda-feira (15) graças a declaração do especialista em assuntos jurídicos da Associação Paraguai de Futebol (APF), Wigberto Duarte, a entidade vai dar apoio a Federação Boliviana de Futebol (FBF) em recurso que ainda lhe cabe no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

A informação passada por Wigberto foi veiculada em uma entrevista que o mesmo concedeu a rádio paraguaia Primero de Marzo onde, de maneira clara, ele afirmou que a intenção da APF é apoiar o recurso dos bolivianos:

“Para nós é uma grande notícia que o TAS nos deixe participar. Eles não permitiram que nós interviéssemos antes porque consideraram que não nos viam afetados pela resolução anterior. Agora vamos respaldar a Federação Boliviana de Futebol.”

Além da mandatária do futebol guaraní, as informações da imprensa paraguaia dão conta de que Argentina, Colômbia, Equador e Uruguai também tem a intenção de suportar o recurso da La Verde.

Confira a atual classificação das Eliminatórias e como ficaria em caso de recuperação dos pontos bolivianos:

Classificação atual:

1°- Brasil – 33 pontos

2°- Colômbia – 24

3°- Uruguai – 23

4°- Chile – 23

5°- Argentina – 22

6°- Equador – 20

7°- Peru – 18

8°- Paraguai – 18

9°- Bolívia – 10

10°- Venezuela – 6

Classificação com possível recuperação dos quatro pontos da Bolívia:

1°- Brasil – 33 pontos

2°- Colômbia – 24

3°- Uruguai – 23

4°- Argentina – 22

5°- Equador – 20

6°- Chile – 20

7°- Paraguai – 18

8°- Peru – 15

9°- Bolívia – 10

10°- Venezuela – 6