idolo-do-futebol-peruano-garante-pensa-na-copa-do-mundo-2018-Futebol-Latino-30-09
Foto: Reprodução/YouTube

*Por Mônica Alvernaz

Nem mesmo anos com a faixa de capitão nos braços garantiram a Claudio Pizarro a presença na Copa da Rússia em 2018. Após muito tempo longe do Mundial, a seleção peruana voltou de cara nova sob o comando de Ricardo Gareca.

Leia mais: Ex-Vasco analisa a temporada no futebol japonês
Retrô FL: Atlanta United conquista título inédito da MLS

Na ocasião, além da decisão do novo comandante em levar novos nomes para a equipe do Peru, Pizarro não apresentava um bom rendimento.

Em recente entrevista, ele deixou claro que não foi simples lidar com tal situação. “Foi o momento mais difícil da minha carreira, da minha vida. Foi muito difícil para mim. Não recebi uma ligação”.

Pizarro ainda comentou que o fato de ter tido uma posição de liderança por tanto tempo, tornou ainda mais difícil o fato de ficar de fora. “Também me doeu um pouco, porque eu era o capitão. Foram mais de 20 anos de carreira pelo Peru. Dei tudo pelo meu país e de repente não estava mais”.

Por fim, Pizarro citou que, apesar de entender a posição de Ricardo Gareca ao convocar os jogadores, é uma mágoa que ele carregará pra vida. “Claro que o treinador tomar a decisão que considera a melhor no momento. Mas isto me doerá ainda por muito tempo”.

Após uns meses sem clube, Pizarro foi contratado pelo Werder Bremen em 2018, onde vem apresentando bom desempenho e já marcou gol em três oportunidades.

Vale lembrar que a seleção peruana retornou à disputa da Copa do Mundo após quase 40 anos distante. Apesar de uma classificação muito comemorada para o Mundial, os comandados de Gareca deixaram a competição ainda na primeira fase.