Colon-Municipal-Copa-Sul-Americana-Futebol-Latino-1-16-04
Foto: AFP

A noite na província de Santa Fe, na Argentina, não foi de grandes surpresas. Recebendo o Municipal pela Copa Sul-Americana após um ótimo 3 a 0 na ida, o Colón confirmou sua vaga na próxima fase ganhando novamente, dessa vez por 2 a 0.

Leia mais: Reinaldo Rueda coloca em dúvida a sua permanência no Chile após a Copa América
Nos pênaltis, Zulia elimina o Nacional Potosí na Copa Sul-Americana

Primeiro tempo

Com a vantagem confortável no placar agregado, os anfitriões não fizeram questão alguma de exercer pressão no adversário com linhas altas, pelo contrário. Era o Municipal quem tinha mais o controle de bola, mas mostrava clara dificuldade de conseguir perfurar o organizado sistema defensivo dos argentinos.

Mediante essa dinâmica, a partida se mostrava bastante arrastada e tinha animação apenas graças a barulhenta torcida do Sabalero que, se não era extremamente numerosa, compareceu em quantia interessante ao Brigadier General Estanislao López.

A primeira oportunidade mais aguda veio do lado dos mandantes só aos 16 minutos quando, em boa chegada pelo lado direito, Franco Zuculini cruzou rasteiro, a bola passou na frente de Gonzalo Bueno e Mateo Hernández só não tocou para as redes graças ao corte providencial da zaga peruana.

Já aos 40, quando o clube de Lima crescia no confronto, Clemente Rodríguez dominou na grande área e, depois de driblar o primeiro, foi derrubado e o árbitro colombiano Luiz Quiroz não teve dúvidas e marcou pênalti. Na batida, o atacante Tomás Sandoval foi na base da força e, mesmo com Steven Rivadeneyra chegando a tocar na bola, ela morreu no fundo das redes do Municipal.

Segundo tempo

Com cinco minutos de retorno das atividades, o Colón foi mortal e mitigou qualquer ânimo de reação de maneira bastante estilosa com Sandoval.

Após cruzamento rasteiro vindo do lado esquerdo, o atacante pensou rápido ao dominar de costas para a meta e tocou de calcanhar para fazer o segundo dele e do Sabalero no confronto. Depois disso, a sequência da partida pode ser facilmente classificada como “protocolar”.

Isso porque, de um lado estava o conformado time peruano com a eliminação tendo 5 a 0 no agregado enquanto os argentinos, sem fazer muita força, conseguiam por muitas vezes trabalhar a bola e apenas gastar tempo.

Na próxima fase, o adversário do Colón será definido por sorteio a ser feito pela Conmebol.