SHARE
Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação

*Por Juliano Rangel

Uma verdadeira maratona de jogos deve fazer o técnico do Internacional, Odair Hellmann, repensar sua opção por usar força máxima em todas as partidas.

Leia mais: Goleiro Douglas fala da expectativa para o seu primeiro clássico Ba-Vi
Wallyson destaca força do elenco do ABC no triunfo contra o Vitória

No calendário Colorado, estão programadas quatro partidas em apenas 10 dias. Além da alta carga de jogos, é necessário contar com longos deslocamentos para os confrontos.

A sequência de jogos começa na próxima quinta-feira (15), às 19h15, no duelo contra o Juventude, no Beira Rio, pelo Gaúchão. No domingo (18), o Inter volta a campo, fora de casa, contra o São José, também pelo campeonato estadual.

Já na quarta-feira (21), vai ao Pará enfrentar o Remo, em duelo válido pela segunda fase da Copa do Brasil. Três dias depois, em casa, o Inter recebe o São Luiz. No total, a média de jogos neste período será de um a cada 2,5 dias.

Esse número pode ser ainda maior, caso os comandados de Odair vençam o jogo contra o Remo e avancem para terceira fase da Copa do Brasil. A data deste jogo poderá ser no dia 28 de fevereiro. Com isso, a média pode subir para um jogo a cada 2,8 dias.

O técnico falou que a ideia será observar os jogadores nos treinamentos para esse primeiro jogo da sequência. “A gente precisa observar os jogadores nos treinamentos. Hoje (na última quinta-feira) a equipe que jogou fez uma grande partida, com evolução em grandes aspectos e a tendência é que sigamos neste caminho. Mas não posso afirmar nada. A princípio treinamos amanhã e dentro de uma sequência normal segue jogando quem iniciou o São José”, disse o técnico.

Atacante pode estrear

Em recuperação de um problema no púbis, o atacante Wellington Silva teve que adiar sua estreia no Internacional, mas parece que espera chegará ao fim na próxima quinta-feira (15). Em fase final da recuperação física, o jogador deve ser relacionado pelo técnico Odair Hellmann para o duelo contra o Juventude.

De acordo com o preparador físico do Colorado, Cristiano Nunes, existe a possibilidade do atleta ficar no banco. “Existe uma possibilidade de ter o Wellington Silva à disposição da equipe na próxima quinta-feira”, disse o integrante da comissão do Inter.

Longe dos gramados há exatos três meses, o último jogo de Wellington foi no dia 12 de novembro de 2017, ainda pelo Fluminense, na derrota da equipe carioca para o Cruzeiro pelo placar 3 a 1.