eliminacao-da-inter-de-milao-na-champions-afeta-esposa-de-icardi-Futebol-Latino-12-12
Foto: Marco Bertorello/AFP

É fato consumado que o atacante argentino Mauro Icardi não ficará na Inter de Milão (Itália), mas ainda existe uma questão relevante a ser solucionada: para onde o atacante de 26 anos de idade irá se encaminhar nessa janela de transferências do futebol europeu.

Leia mais: Ex-Chelsea revela a vontade de atuar em gigante da América do Sul
Como Formiga se tornou a atleta que mais jogou Copas na história

A primeira opção do avante sul-americano sempre foi a Juventus (Itália), mas existem alguns elementos que atrapalham a possibilidade dessa negociação.

Além da presença de dois nomes para a posição com rendimentos altos (Mario Mandzukic e o também argentino Gonzalo Higuaín, que retornou recentemente de empréstimo do inglês Chelsea), existe também uma resistência por parte da diretoria Neriazzurri em reforçar um claro concorrente local que vem dominando o cenário italiano nos últimos anos.

Por isso, a informação surgida nessa terça-feira (17) por parte do diário Corriere dello Sport é de que Icardi já tem em seus planos o que poderia ser chamado de “Plano B”: o também italiano Napoli. Algo que, aliás, caminha ao encontro de declaração recente dada pelo presidente da equipe em questão, Aurelio de Laurentiis, comentando sobre possíveis reforços para o comando de ataque do clube.

Na oportunidade, ele citou que existe a clara possibilidade do clube seguir investindo na contratação do marfinense Nicolas Pepé, atualmente no Lille (França), ou mesmo de outro nome que, inicialmente, não vinha sendo especulado para ser contrato pelo Napoli:

“Pode ser o (Nicolas) Pepé ou outra pessoa. Quem viver, verá.”

O famoso jornal esportivo italiano reforçou que, nesse momento, Icardi continua tendo como alternativa mais viável e desejada ir para a Juve até mesmo pela distância entre as cidades de Nápoles e Milão (pouco mais de 144 km) em muito pelo fato de, recentemente, ele ter adquirido em solo milanista uma luxuosa residência avaliada em 8,5 milhões de euros (R$ 35,8 milhões).

Com isso, a análise é de, nas palavras do periódico, “É por isso que, nos últimos dias, o atacante de Rosario abriu para Nápoles: ele não considera a segunda melhor escolha, mas uma grande escolha.”