COMPARTILHAR
os-alemaes-estao-atentos-ao-crescimento-de-producao-da-selecao-brasileira-Futebol-Latino-28-03
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A armada da América Latina está pronta! São oito equipes, um quarto das trinta e duas concorrentes ao título mundial. Elas chegam com méritos à Copa do Mundo, pois eliminaram muita gente importante, como Chile, Estados Unidos, Honduras e Paraguai. Confira os prognósticos de cada uma delas, segundo o Oddsshark.com.

Uruguai: o Uruguai se deu muito bem no sorteio da FIFA. Está certo que encara os anfitriões russos, mas terá duas babas pela frente: Egito e Arábia Saudita. Até mesmo a própria seleção dona da casa é bastante fraca e não encantou nos amistosos realizados em seu território. Por isso, as chances dos charrúas terminarem em primeiro no grupo A são muito boas. Paga-se o dobro do valor investido se isso acontecer, segundo as casas de apostas.

Repetir o feito de 1930 e 1950, quando a Celeste foi campeã já é bem mais complicado. Lembro que nas oitavas de final, nossos vizinhos devem cruzar com Espanha ou Portugal. Sua volta olímpica gera R$ 34,00 para um.

Já Luis Suárez sonha em ser o artilheiro do Mundial. Ele aparece cotado a R$ 26,00 para um, atrás de Cristiano Ronaldo, Neymar e Messi, entre outros craques.

Já na estreia, o triunfo sobre os egípcios rende 53% de lucro ao investidor.

Argentina: A Argentina de Messi e companhia tenta se recuperar dos traumas causados pelos vice-campeonatos das últimas Copa América e Copa do Mundo. Com craques muito admirados e valorizados no mercado internacional, o quadro dentro de campo não corresponde. As atuações individuais são muito inferiores a de cada atleta sem seu respectivo clube. Qual o problema dos hermanos? Ninguém conseguiu ainda dar jeito. Mesmo assim, a albiceleste tem força na camisa e está cotada como a quinta favorita, pagando dez para um.

Sua estreia é contra a debutante Islândia e seus três pontos correspondem a R$ 1,30 / um para o apostador, enquanto que a zebra vinda do gelo paga excelentes R$ 10,00 / um.

Messi, o camisa 10 do Barcelona, é o favorito à chuteira de ouro. Se ele corresponder á expectativa, recompensa o investidor em R$ 9,50 / um.

Peru:o Peru é o 18º melhor avaliado para ficar com o título planetário. Os Incas não participam da festa do velho esporte bretão desde 1982 e o prêmio para quem aplicar nos alvirrubros é de R$ 201 / um. A ausência do matador Paolo Guerrero, suspenso por doping, enfraqueceu demais o selecionado.

Já em sua primeira apresentação, diante da Dinamarca, teremos uma ideia de até onde os peruanos podem chegar. Os europeus, cotados a R$ 2,05 / um, devem prevalecer diante dos sul-americanos, que estão na casa dos R$ 3,75 / um.

Costa Rica: o melhor jogador da Costa Rica é o goleiro Keylor Navas, do Real Madrid. Ele brilhou ao longo da campanha vitoriosa da Champions League. Em 2014, os Ticos foram a grande sensação da competição, quando alcançaram pela primeira vez as quartas de final. Dar a volta olímpica é um sonho bastante distante e os centro-americanos estão avaliados em R$ 501 / um.

Se quiserem sonhar com a taça, é melhor vencer a Sérvia na estreia. Só que os descendentes da ex-Iugoslávia estão bem na fita: R$ 2,05 / um, contra R$ 3,08 / um dos costarriquenhos.

México:O tradicional México, dono de tantos títulos de clubes e de seleções na CONCACAF, e campeão de uma Copa das Confederações, nunca alcançou uma semifinal de Copa do Mundo. Aliás, nas duas vezes que chegou às quartas de final, os mexicanos eram os organizadores da festa, em 1970 e em 1986. Quebrar este tabu significa recompensar os investidores em R$ 101 / um. Com vários atletas atuando nas principais ligas europeias, na Liga MX e na MLS, não se trata de algo impensável.

El Tri, porém, fará sua estreia contra a temida Alemanha, atual campeã mundial e favorita novamente a subir no lugar mais alto do pódio. Enquanto o triunfo germânico vale R$ 1,44 / um, o mexicano está bastante alto: R$ 8,00 / um.

Brasil: a tão sonhada estreia da esquadra brasileira em busca do hexacampeonato será no domingo, 17 de junho. Nosso oponente será a Suíça, que cuja vitória é considerada muito improvável. Se ela nos nocautear, paga-se R$ 8,00 / um. Já o triunfo dos comandados de Tite rende 40% de lucro.

Mas e o hexa? A medalha de ouro proporciona um retorno de R$ 5,50 / um ao apostador. Somos a melhor seleção avaliada, junto da Alemanha.

Será que Neymar se recuperou totalmente de sua lesão e arranca para ser o artilheiro da Copa? Caso ele seja o maior marcador de gols, oferece-se R$ 9,50 / um, segundo o Oddsshark.com.

Panamá: no Panamá tudo é festa! A pequena nação centro-americana se classificou pela primeira vez para a Copa do Mundo da FIFA, deixando de fora países tradicionais, como Estados Unidos, Honduras e El Salvador.

Os Canaleros são os maiores azarões do torneio ao lado da Arábia Saudita. Se vencerem a Copa, quebram as casas de apostas. Paga-se R$ 1.001 / um por este feito.

Já na estreia, eles encaram a força da jovem Bélgica e estão avaliados em R$ 19,00 / um.

Colômbia: a última torcida latina a assistir seus ídolos em campo é a Colômbia, que encara o Japão na primeira rodada. Os cafeteiros devem bater nos bebedores de saquê, segundo as estatísticas: R$ 1,80 / um, contra R$ 4,50 / um dos nipônicos.

Para levantar o troféu em julho, o buraco é mais em baixo. O sucesso colombiano provoca um resgate de R$ 41,00 / um.

Leia mais em Futebol Latino.

Outrights pelo título (clique em Oddsshark.com para saber mais):

1º Alemanha – R$ 5,50 / um.

1º Brasil – R$ 5,50 / um.

3º Espanha – R$ 7,00 / um.

4º França – R$ 7,50 / um.

5º Argentina – R$ 10,00 / um.

6º Bélgica – R$ 12,00 / um.

7º Inglaterra – R$ 17,00 / um.

8º Portugal – R$ 26,00 / um.

9º Uruguai – R$ 29,00 / um.

10º Croácia – R$ 34,00 / um.

11º Colômbia – R$ 41,00 / um.

11º Rússia – R$ 41,00 / um.

13º Polônia – R$ 67,00 / um.

14º Dinamarca – R$ 101 / um.

14º México – R$ 101 / um.

14º Suíça – R$ 101 / um.

17º Suécia – R$ 151 / um.

18º Egito – R$ 201 / um.

18º Islândia – R$ 201 / um.

18º Nigéria – R$ 201 / um.

18º Peru – R$ 201 / um.

18º Senegal – R$ 201 / um.

18º Sérvia – R$ 201 / um.

24º Austrália – R$ 301 / um.

24º Japão – R$ 301 / um.

26º Costa Rica – R$ 501 / um.

26º Irã – R$ 501 / um.

26º Marrocos – R$ 501 / um.

29º Coreia do Sul – R$ 751 / um.

29º Tunísia – R$ 751 / um.

31º Arábia Saudita – R$ 1.001 / um.

32º Panamá – R$ 1.001 / um.