SHARE
Foto: Divulgação

*Por Mônica Alvernaz

A cada início de ano as equipes se preparam para a temporada, através de reforços, jogos amistosos e competições oficiais. Em 2018, mesmo com a pausa para a Copa no meio do ano, não será diferente.

Leia mais: Marcelo Bielsa é o favorito para assumir Austrália na Copa
Barcelona está de olho em joia da categoria de base do Vitória

Apesar do ano estar apenas no início, é comum que nessa época os torcedores relembrem as equipes que nunca foram rebaixadas em seus países.

Com o passar do tempo, é natural que esse número se reduza, já que as competições tendem a ficar cada vez mais equilibradas e difíceis para os participantes.

Ainda assim, alguns clubes seguem intactos no que diz respeito ao rebaixamento. Dos países latinos, a Colômbia é quem possui o maior número de clubes com tal feito: sete nunca saíram da primeira divisão.

Em seguida, vem o México, com cinco e o Brasil, que possui quatro clubes que nunca deixaram a primeira divisão nacional.

Nos demais países, o número de não rebaixados varia de um a três clubes. Confira a lista atualizada, de cada país, dos clubes que nunca deixaram a primeira divisão nacional.

Argentina: Boca Juniors
Brasil: Cruzeiro, Flamengo, São Paulo e Santos
Bolívia: Oriente Petrolero e The Strongest
Colômbia: Junior, Nacional, Millonarios, Santa Fe, Medellín, Cali e Once Caldas
Chile: Colo Colo
Equador: Barcelona de Guayaquil
México: Pumas, América, Chivas de Guadalajara, Cruz Azul e Toluca
Paraguai: Cerro Porteño, Guaraní e Olimpia
Peru: Sporting Cristal e Universitario
Uruguai: Nacional e Peñarol
Venezuela: Caracas e Deportivo Táchira