Foto: Felipe Oliveira/Bahia

Na noite da última sexta-feira, o TJD-BA julgou o recurso da confusão entre Vitória x Bahia e o Rubro-Negro se deu mal. O zagueiro Kanu, que anteriormente foi punido por 10 jogos, teve sua pena aumentada para 11 jogos, suspensão por 90 dias e uma multa de R$ 75 mil. O técnico Vagner Mancini, antes absolvido, agora ganhou uma suspensão de cinco jogos.

Leia Mais: Encerrando fase classificatória, um GreNal de fortes emoções no Beira-Rio
Proprietário do Deportivo Anzoátegui assume cargo de treinador

Com a pena, o defensor está fora do confronto diante do ABC, pela Copa do Nordeste. A única possibilidade de ele entrar em campo é conseguir um efeito suspensivo no STJD.

Em relação aos outros atletas envolvidos na confusão, tiveram suas penas mantidas. Apenas o zagueiro Lucas Fonseca teve o azar de ganhar um jogo de suspensão, mas como ele já cumpriu a punição está liberado para jogar a semifinal do estadual.

Após o julgamento, o diretor jurídico do Vitória, Roberto Dantas, mostrou sua insatisfação com as decisões dos juízes e prometeu que o clube irá recorrer no STJD.

“Em relação à condenação de Mancini, nos deixa impressionado negativamente ante à ausência de provas específicas. Em relação às penas aplicadas aos atletas, bastante severas. Vamos recorrer ao STJD”, afirmou.