SHARE
Coreia-do-Sul-Colômbia-amistoso-internacional-Futebol-Latino-10-11
Foto: Arte Futebol Latino

Aproveitando muito bem as chances que teve, a Coreia do Sul se beneficiou da precisão de Son Heungmin, grande astro sul-coreano que atua no Tottenham, e passou pela Colômbia por 2 a 1 em amistoso jogado no Suwon World Cup Stadium.

Leia mais: Lateral do CRB não tem dúvidas sobre atitude em jogo contra o Guarani
Austrália vai enfrentar Honduras em jogo quente nos bastidores

Em uma onda de ataques inicial, se aproveitando justamente de sua força no aspecto de aplicar velocidade a partida, os sul-coreanos pularam a frente aos 10 minutos com sua estrela máxima: Son Heungmin.

Depois de bola tocada a frente em jogada aberta pelo lado direito do ataque, o 7 da equipe asiática teve tempo para dominar dentro da área e, contando com grande colaboração da zaga adversária e do goleiro Leandro Castellanos, tocou para o gol praticamente vazio.

Os comandados de José Pékerman conseguiam tocar a bola, mas se deparavam com um reforço de marcação principalmente nas laterais da defensiva do oponente, bloqueando jogadas de profundidade e atrapalhando bastante o desenvolvimento do futebol da Colômbia.

Por outro lado, o cenário era bem cômodo para os donos da casa seguirem aplicando sua velocidade e, pouco a pouco, encontrando espaços na retaguarda latina. Em pelo menos outras duas oportunidades, Castellanos foi obrigado a trabalhar de maneira providencial.

A melhor oportunidade dos colombianos veio aos 38 minutos quando, depois de cruzamento preciso de Abel Aguilar, Giovanni Moreno dominou quase na pequena área mas, na hora de tirar Kim Seunggyu do lance, a bola acabou passando por sobre o travessão.

A mesma disciplina tática do primeiro tempo foi repetida na etapa complementar pelos asiáticos, deixando a partida a mercê de um lance de criatividade ou de falha individual para alguma modificação no marcador.

E o que ocorreu foi justamente uma mistura das duas opções anteriores com 16 minutos. Saindo rápido para o ataque, Son recebeu passe e, de fora da área, arriscou um chute rasteiro, cruzado. A bola passou por baixo dos braços de Leandro Castellanos e foi morrer mansa nas redes sul-americanas, 2 a 0 Coreia do Sul.

Depois disso, o nervosismo e tensão do lado da Colômbia se tornaram mais visíveis, quase que irritados com a regularidade da partida de seu oponente. Nem mesmo James Rodríguez, figura mais cerebral do meio-campo Cafetero, conseguia se livrar da forte marcação e ordenado posicionamento dos Tigres Asiáticos.

O jeito foi apelar para a bola aérea e ela foi frutífera aos 32 minutos quando, depois de cobrança de falta de James, o zagueiro Cristian Zapata se antecipou a Kim e testou para as redes, diminuindo a dianteira dos anfitriões.

A partida ficou ligeiramente mais agitada depois do gol da Colômbia, inclusive com uma falta muito perigosa cobrada por James Rodríguez que passou perto da trave direita de Seunggyu. Os coreanos também aprontaram das suas se valendo da desorganização final dos colombianos buscando o empate, mas, dessa vez, Castellanos estava atento e fez uma segura defesa.

Entretanto, ninguém mais foi capaz de mexer no placar na cidade de Suwon e o resultado terminou com a vitória dos donos da casa por 2 a 1.