costa-rica-ganha-do-chile-e-aumenta-pressao-sobre-rueda-Futebol-Latino-17-11
Foto: Photosport

A situação do técnico Reinaldo Rueda à frente da seleção do Chile já era preocupante antes mesmo do amistoso contra a Costa Rica em Rancagua, o primeiro dele em solo chileno desde que assumiu a Roja.

Leia mais: Argentina, mesmo sem brilhar, supera um frágil México
Com placar magro e pênalti polêmico, Brasil vence o Uruguai

E o resultado em nada ajudou a sua “moral” principalmente pensando nos torcedores locais já que, se aproveitando de um festival de erros, os costarriquenhos venceram por 3 a 2 com direito a uma noite especial de Esteban Alvarado defendendo um pênalti.

Pensando no embate como um todo, o Chile teve um número bem maior de finalizações, porém igualmente com alto índice de imprecisão. Por sua vez, se os Ticos chegavam “pouco”, quando conseguiam foram eficientes para abrir um sonoro 3 a 0.

Aos 35 minutos do primeiro tempo, Kendall Watson se posicionou bem e cabeceou firme para conseguir o primeiro tento da partida. O mesmo Watson foi preciso ao pegar rebote de bola que desviou em Gary Medel e fez o segundo. Cinco minutos depois, Ronald Matarrita encheu o pé para marcar um belo gol de chute cruzado e dava a impressão de uma goleada histórica dos caribenhos.

O início do que parecia ser a reação chilena veio quando Sebastián Vegas pegou o rebote de bola cabeceada no travessão por Mauricio Isla e diminuiu a larga desvantagem. Desvantagem essa que poderia ter ficado ainda menor quando Alexis Sánchez bateu penalidade sofrida por ele mesmo, mas Alvarado alcançou o chute com os pés e evitou o tento dos anfitriões.

O próprio Alexis até conseguiu uma nova oportunidade de marcar e converteu em 3 a 2 o marcador já aos 44 minutos do segundo tempo. Porém, nem mesmo os seis minutos de acréscimo foram capazes de evitar o revés.