COMPARTILHE
FOTO: JUAN MABROMATA/AFP/GETTY IMAGES

*Alex Dias de Souza

A crise financeira dos clubes argentinos, parece não ter fim. O Banfield é mais um clube que viu os seus jogadores entrarem em greve por conta de atrasos salarias. O Conselho de Administração do Banfield soltou uma nota oficial criticando o impasse da venda dos direitos de televisão.

Leia mais: Jogadores do Newell’s Old Boys entram em greve por atrasos salariais
Maradona “Eu vou limpar a AFA, se tiver que pisar em cabeças, eu vou”

Segundo a nota, a justificativa para a dívida salarial com o plantel, aconteceu devido a esse problema.

De acordo com o presidente Eduardo Spinosa, o clube tem direito a receber 28 milhões de pesos, 30% desse montante é reclamado pelos jogadores. Ele também garante que haverá uma reunião quarta-feira com os atletas para tentar corrigir a situação.


Entenda o caso

O fim do FPT (Fútbol Para Todos), programa criado pelo Governo argentino da gestão Kirchner, que transmitia jogos do campeonato local, acabou oficialmente no início deste ano de 2017. Entretanto, a rescisão do contrato segue aterrorizando as equipes da Argentina.

Já prevendo o caos financeiro com a rescisão do contrato do programa, representantes dos clubes pediram para os políticos tomarem providências e auxiliarem de outra forma, Isso não foi feito e agora os clubes estão sem dinheiro e o Campeonato Argentino de 2017 poderá ser adiado.

Ainda não se sabe como será a divisão do dinheiro de TV para os 30 participantes da primeira divisão argentina.  As cotas, de acordo com alguns clubes, não foram pagas desde maio pela AFA (Associação de Futebol Argentino).

Além disso, os clubes não estão conseguindo vender os direitos de TV do Campeonato Argentino para nenhum canal interessado.

Com isso, existe a dificuldade financeira e a impossibilidade de fazer um planejamento para 2017, já que as equipes não sabem quanto e nem se vão receber qualquer dinheiro pelos direitos de transmissão.

 

COMPARTILHE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.