COMPARTILHAR
Foto: AFP

Em Abu Dhabi, Cristiano Ronaldo decidiu e o Real Madrid venceu o Grêmio por 1 a 0 na decisão do Mundial de Clubes. O gol do título saiu no começo do segundo tempo através de cobrança de falta. Com a conquista, o time Merengue sagrou-se campeão do Mundo pela sexta vez em sua história.

Leia Mais: Pachuca massacra Al-Jazira e fica na terceira colocação do Mundial de Clubes
Mundial de Clubes: Título do Grêmio rende lucro extraordinário aos apostadores

O jogo

A decisão começou com poucos lances de qualidade e o Real Madrid com domínio da posse de bola no meio de campo. Diante de um Grêmio fechado, o time espanhol explorava com descidas pelas laterais e cobranças de escanteio.

Na primeira jogada mais perigosa, o Real Madrid atacou com Modric pela esquerda. O meia entortou Edilson e cruzou para a grande área, Geromel afastou. Na sobra Carvajal encheu o pé e o zagueiro tirou mais uma vez.

O lance serviu para empolgar o time espanhol dentro de campo, que partiu para cima e começou a rondar a grande área gremista. Em um dos lances, Modric aproveitou a falha na marcação e tirou tinta da trave brasileira.

O primeiro susto do Grêmio veio aos 28 minutos com Edilson. O lateral-direito arriscou uma falta da intermediária e passou perto do gol defendido por Navas.

Superior em campo, o time Meregue teve nova oportunidade. Desta Vez, Benzema tocou para Cristiano Ronaldo, que limpou Geromel e Grohe, mas foi travado por Kannemann.

Etapa Final

No segundo tempo o panorama do confronto continuou com o Real dominando, mas com CR7 mais presente. Em lance individual, o português driblou dois e soltou a bomba. A bola passou a direita de Grohe. Na segunda oportunidade que Cristiano Ronaldo teve não perdoou. Em cobrança de falta, a bola passou pelo meio da barreira e chacoalhou a rede, 1 a 0.

Após abrir o marcador o Real diminuiu o ritmo, mas continuou melhor que o adversário. Modric recebeu na intermediária, avançou sem marcação e carimbou a trave de Grohe.

Diante da inoperância do setor ofensivo, Renato Gaúcho tentou mexer na equipe ao promover a entrada de Jael e Everton, nos lugares de Barrios e Ramiro, porém, o meia-atacante Luan, principal jogador da equipe, não conseguia municiar seus atacantes.

Sem nenhum incômodo na defesa, o Real quase ampliou com Benzema. O atacante recebeu passe na entrada da grande área, mas pegou de tornozelo e Marcelo Grohe segurou.

FICHA TÉCNICA

REAL MADRID 1 X 0 GRÊMIO
Local: Estádio Zayed Sports City , Abu Dhabi (EAU)
Data-Hora: 16/12/2017 – 15h00
Árbitro: César Ramos (MÉX)
Auxiliares: Marvin Torrentera (MÉX) e Miguel Hernandez (MÉX)
Público/renda: pagantes/R$
Cartões amarelos: Ramiro, Casemiro (RMA) (GRE)
Cartões vermelhos: –
Gols: Cristiano Ronaldo (07’/2ºT)

REAL MADRID: Navas; Carvajal, Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro, Kross, Isco (Lucas Vazquez, aos 27/2ºT) e Modric; Benzema (Bale, aos 34/2ºT) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Zinedine Zidane.
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez;Jaílson, Michel (Maicon, aos 38/2ºT) e Ramiro (Everton, aos 25/2ºT); Fernandinho, Luan e Lucas Barrios (Jael, aos 17/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.