Foto: Reprodução/TNT Sports

O polêmico encontro, válido pela rodada de estreia da Superliga Argentina, entre San Lorenzo e Godoy Cruz continua dando o que falar. Revoltado pelo pênalti marcado contra a sua equipe, Santiago Morro García disparou contra o árbitro André Merles, que resolveu retrucar o atacante.

Leia Mais: Godín revela que declinou três ofertas antes da Inter de Milão
Jogador afastado pelo Libertad teria pré-contrato com outro clube

Em conversa com a Fox Sports, o homem do apito se defendeu das acusações do atleta e explicou o motivo de ter marcado a penalidade a favor do Ciclón.

“No momento da jogada, eu vejo que Cardona caiu em cima da perna de Ferrari. Na TV é muito mais fácil, pois tem diversos ângulos, mas na hora eu tenho segundos para decidir. Expliquei aos jogadores do Godoy Cruz o motivo do pênalti e decidi não voltar atrás”, afirmou.

Sobre Morro García, André Merles afirmou que o assunto com o jogador do Godoy Cruz foi encerrado dentro de campo e não vai se alongar na polêmica.

“Não vou continuar com o bate-boca público. Eu sou homem e tenho palavra. O que falei dentro de campo morre ali e não tenho motivos para dar sequência nessa história”, declarou.

Entenda o caso

No último fim de semana, o San Lorenzo empatava com o Godoy Cruz por 2 a 2, quando André Merles assinalou um pênalti a favor do Ciclón, que foi convertido e sacramentou a vitória do time da casa. Na saída de campo, Santiago García foi de encontro ao árbitro e ambos discutiram. Na conversa com a imprensa, o atleta atacou o juiz e definiu o lance como “vergonhoso”.

Confira o pênalti: