Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Crônica FL: Que a bola rolando volte a ficar em primeiro plano

cronica-fl-que-a-bola-rolando-volte-a-ficar-em-primeiro-plano-Futebol-Latino-07-12
Foto: Alejandro Pagni/AFP

Não só chegou como passou (e muito) da hora de dar um basta. Chega de pensar em recursos, reclamações e resquícios de um fragmento trágico da história do nosso continente. É hora de acompanhar, dentro de campo, a decisão da Copa Libertadores (?) da América (???).

Leia mais: Provocações de ambos os lados marcam final da MLS
Christian Cueva nega ato de indisciplina na seleção do Peru

Sim, foi tirado de nosso poder sediar um dos jogos mais espetaculares que os olhos latinos poderiam enxergar.

Sim, alguns vândalos conseguiram transformar o Superclássico de clima mais do que enraizado com a euforia e tradição argentina com algo que contraria todos os precedentes. Inclusive o histórico de cunho “Libertador”.

Sim, conseguiram tirar o foco de maneira absoluta daquilo que mais importava, importa e sempre importará para nós que somos perdidamente apaixonados por esse esporte: A bola rolando.

Porém, é hora de colocar um ponto final na história que jamais deveria ter sido contada. Isso, claro, não significa que isso precisa ser esquecido, mas sim superado. Colocado em uma prateleira que fique bem à vista, passível de ser constantemente analisado e que seja fruto da mudança.

A mudança que precisa ocorrer em âmbito continental para deixarmos de ter, tempos em tempos, que voltarmos a abordar esses problemas em um agoniante ciclo sem fim. E deixar, cada vez menos importante, a disputa nas quatro linhas, a que realmente importa.

Vamos torcer. E torcer pela bola rolando para que ela volte (e jamais deixe) de ficar em primeiro plano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019