COMPARTILHE
damiao-tira-a-zica-e-ajuda-internacional-a-liderar-serie-b-Futebol-Latino-25-08
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional, com a grande ajuda de uma noite inspirada de Leandro Damião, venceu pelo placar de 3 a 2 o Paysandu na noite de hoje no Beira-Rio. Com o resultado, além do Internacional se tornar o novo primeiro colocado da Série B com 42 pontos, o Paysandu fica em 14° lugar com 27 pontos.

Leia mais: Sport deve perder jogador importante do elenco nos próximos dias
Já sem Guerra, Rafael Dudamel convoca 30 atletas na Venezuela

40 segundos. Foi isso que bastou no início da partida para o Internacional apertar a saída de bola paraense depois de um passe errado e, em rápido contra-ataque, os visitantes arriscarem um chute perigosíssimo de fora da grande área que passou perto do gol defendido por Danilo Fernandes.

Passada essa ação ofensiva do Papão, quem realmente tomou a responsabilidade de ter a iniciativa de atacar e pressionar foi o Colorado. Percebendo a sua frente uma defesa mais retraída, os gaúchos procuravam acionar mais as jogadas abertas com Willian Pottker pela direita e Uendel pela esquerda.

Entretanto, aos 10 minutos, foi em um lançamento em profundidade de D’Alessandro com a infiltração pelo meio de Leandro Damião que o primeiro zero saiu do placar. Depois de dominar com categoria a bola vindo pelo alto, ele tocou com calma por sobre o arqueiro Marcos para marcar um bonito gol de cobertura.

Logo na sequência, aos 13, o Inter quase ampliou com Eduardo Sasha mas, na pequena área, o zagueiro Fernando Lombardi bloqueou o chute.

A partida era amplamente dominada em volume de jogo pelo Colorado, restando ao Paysandu as bolas paradas e chutes de longa distância. E foi na primeira opção que, aos 34, o time do Norte do país conseguiu deixar tudo igual. Após cruzamento na área, Danilo Fernandes conseguiu defender a cabeçada de Diego Ivo, mas, no rebote, Bergson conseguiu vencer o arqueiro do Inter, 1 a 1 no Beira-Rio.

Quando a partida parecia que iria ao intervalo empatada, a zaga do Paysandu cortou errado da grande área por parte de Fernando Lombardi aos 45 minutos e, com D’Alessandro recebendo um verdadeiro “presente” dentro da grande área, só rolou para Leandro Damião fazer o segundo dele e do Internacional no certame.

A única coisa que realmente mudou no duelo foi a saída no intervalo de Bergson no time do Pará porque, no cenário, o embate foi um reflexo do que já havia acontecido.

A dedicação em marcar e atacar que teve o Colorado nos 45 minutos iniciais se manteve no tempo complementar, fazendo até mesmo com que Edenílson passasse a aparecer mais como “homem-surpresa” no ataque e, em pelo menos duas oportunidades, deixar de marcar mais um para o Inter por não conseguir finalizar.

Aos 23 minutos, o que já era bom ficou ainda melhor para os gaúchos com a bola aérea e a precisão do zagueiro Klaus. Após escanteio, o goleiro Marcos sai errado do gol e o defensor, com o gol vazio, só teve o trabalho de acertar a bola e direcionar a meta.

Com o Paysandu mostrando pouca força criativa até então para reagir no duelo, parecia novamente improvável que o Papão pudesse complicar as coisas. Porém, em bola alçada na área já com 40 minutos, Welinton Junior ganhou da zaga adversária e tocou de cabeça para vencer Danilo Fernandes, 3 a 2 Inter.

Apesar do clima “estranho” que se formou pela aproximação dos visitantes no marcador, o time da casa, com exceção de um erro na saída de bola de Danilo Fernandes, não passou grandes sustos para garantir os três pontos e, consequentemente, a liderança da Série B do Brasileirão.

Confira os Gols do Confronto

Guto Ferreira fala sobre a responsabilidade do Internacional em vencer com a chegada de momentos importantes da competição

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 2 PAYSANDU

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 25/8/2017 – 21h30
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Auxiliares: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Público/renda: 37.083 pessoas / R$ 778.053,00 
Cartões amarelos: Víctor Cuesta, Rodrigo Dourado, D’Alessandro e Edenílson (INT); Rodrigo, Pery, Marcão e Nando Carandina (PAY)
Cartões vermelhos: –
Gols: Leandro Damião (10′ e 45’/1°T), Bergson (34’/1°T), Klaus (23’/2°T) e Welinton Junior (40’/2°T)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Charles, aos 29’/2°T), William Pottker, Edenílson, D’Alessandro e Eduardo Sasha (Camilo, aos 29’/2°T); Leandro Damião (Nico López, aos 34’/2°T). Técnico: Guto Ferreira.

PAYSANDU: Emerson; Ayrton (Lucas Taylor, aos 19’/2°T), Diego Ivo, Fernando Lombardi e Pery; Rodrigo Andrade (Welinton Junior, aos 24’/2°T), Nando Carandina, Renato Augusto e Rodrigo; Marcão e Bergson (Magno, no intervalo). Técnico: Marquinhos Santos.