SHARE
Fonte: Fredy Builes/Reuters

*Por Tiago Emanuel

Motivo de muita expectativa nas últimas semanas, a definição sobre o futuro das três vagas deixadas pelos clubes mexicanos teve fim. O Comitê Executivo da CONMEBOL decidiu pelo caminho mais pacífico e decidirá os donos das vagas através de um mata-mata entre equipes de seis países.

Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela terão um quarto classificado à maior competição da América Latina. Cada um destes países possuía 3 vagas fixas, e agora poderão ver mais um de seus representantes na chamada Pré-Libertadores. Os donos de fato destas três vagas serão conhecidos antes da repescagem, através de partidas de ida e volta entre as equipes. Os adversários serão definidos por sorteio.

Após a mudança no formato da Libertadores e da alteração no número de participantes (44), a Argentina passou a ter 6 vagas fixas, o Brasil 7, ao passo que Chile e Colômbia, 4. A decisão da CONMEBOL aponta para dois rumos diferentes: ao mesmo tempo em que acalma os ânimos de dirigentes que poderiam se sentir desprestigiados, a “democratização” pode fazer crescer o apoio político à entidade, ao beneficiar seis países e não três.

O sorteio para definir os enfrentamentos se dará em 21 de dezembro, enquanto que os confrontos das equipes serão em 23 e 27 de janeiro do próximo ano. Veja como serão distribuídas as vagas e quais os times mais próximos de arrebata-las em cada país:

Bolívia: equipe com melhor pontuação no campeonato local de 2015/2016 e que ainda não esteja classificado à Libertadores. O Universitario de Sucre ficará com a vaga.

Equador: o quarto colocado do Campeonato Equatoriano em 2016. El Nacional (64), Independiente Del Valle (61) e LDU (61) disputam a vaga.

Paraguai: a equipe com a melhor pontuação em 2016 ainda não classificado à Libertadores. Também disputada por três times, Deportivo Capiatá (63 pontos), Cerro Porteño (62) e Sol de América (60).

Peru: O melhor classificado no Apertura de 2016 que ainda está sem vaga. Universitario e Alianza Lima são os postulantes à vaga.

Uruguai: O melhor colocado na edição especial do Campeonato Uruguaio e que ainda não se classificou à Libertadores. A uma rodada do fim, briga pelo acesso Montevideo Wanderers (28) e Danubio (26).

Venezuela: equipe com a melhor pontuação acumulada em 2016, ainda sem vaga. O Deportivo Táchira é o dono da vaga