SHARE
sem-equipe-definida-guto-ferreira-faz-trabalhos-especificos-antes-de-ir-a-natal-Futebol-Latino-16-08-capa
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Apesar da liderança na Série B do Brasileirão, ainda existe um tom de desconfiança em relação aos desempenhos do Internacional. Situação que, pelo menos de acordo com o treinador Guto Ferreira, não pode ter tamanha importância.

Leia mais: Vagner Mancini projeta mudanças no Vitória diante do Vasco
Insatisfeito no Bayern, James Rodríguez desperta interesse da China

Em coletiva feita logo depois de a equipe ter perdido para o Ceará em Porto Alegre, o técnico preferiu colocar o revés muito mais em uma situação de normalidade do que propriamente algo a ser discutido com maior atenção:

“Tudo passa por resultados. Indiferente de jogar bem, jogar mais ou menos. Temos que conseguir os resultados para dar a condição do acesso. São seis partidas finais dificílimas. Quando ganhamos a rodada passada, aumentamos (a distância). Teve um crescimento. Às vezes acontecem deslizes. Importante é poder ter o controle. Mais do que nunca na próxima rodada temos que ganhar. Aqueles que vêm embaixo vão ter deslizes.”

Outro que comentou de maneira mais detalhada sobre o assunto e também preferiu dar maior ênfase aos resultados e não a produtividade foi o meia D’Alessandro:

“Os últimos dois jogos fora, tivemos um jogo muito bom com o Criciúma, em que oscilamos, mas com a entrada do Camilo e do Carlos, conseguimos decidir. Com o Boa não foi bom, mas foi um empate bom para nós. O Ceará se defendeu muito bem, esperava a chance do contra-ataque. Se olhar bem o jogo, tivemos chances de empatar, de repente merecemos. Saímos chateados pela derrota, mas bola para frente. Não tem crise, somos líderes da Série B. Tem que subir, e vamos fazer de tudo.”