*Por Mônica Alvernaz

Grande destaque pelo Peru na Copa da Rússia, André Carrillo foi o autor do primeiro gol peruano após 36 anos longe do Mundial. Em entrevista a revista local Cosas, o atacante falou sobre o marcante episódio em sua trajetória.

Leia mais: Pep Guardiola fala pela primeira vez sobre procura da Seleção Argentina
Independiente cutuca Flamengo em postagem nas redes sociais

Carrillo comentou a relevância que teve pra ele, por ter conseguido marcar o gol do Peru no retorno às Copas: “Marcar o primeiro gol peruano no Mundial me deu uma adrenalina inigualável”.

Apesar da felicidade pelo gol, Carrillo destacou que gostaria de ter ido mais adiante na competição. “Obviamente gostaria de ter marcado brigando pela classificação e não quando já estávamos fora”.

Vale ressaltar que o Carrillo foi o único peruano a ganhar o prêmio “Homem da partida” pela sua seleção.

O atacante fez questão de ressaltar o agradecimento a torcida do Peru durante a competição e principalmente no derradeiro jogo. “Levamos muito bem, porque a torcida peruana nos enviava boas energias e mensagens de apoio. Foi incrível a quantidade de gente que viajou. Desde os amistosos nos sentimos locais. Os estádios estavam repletos de peruanos. Incluindo na partida contra Austrália, quando já estávamos eliminados”.

Apesar da grande festa pelo retorno aos Mundiais após quase 40 anos, a seleção peruana foi eliminada ainda na primeira fase da Copa da Rússia.