Foto: Divulgação

Ángel Di Maria, um dos principais nomes do futebol albiceleste dos últimos tempos, concedeu entrevista ao canal Fox Sports e analisou a polêmica final da Libertadores da América, que será realizada no estádio Santiago Bernabéu.

Leia Mais: Gonzalo Fierro deixa o Colo-Colo e ataca a diretoria do clube
Relembre os clássicos entre Boca e River fora da Argentina

Na visão de Fideo, apesar de toda a confusão nos arredores do estádio Millonario, o jogo teria que acontecer no Monumental de Núñez.

“Não tem nada a ver realizar uma partida tão importante como esta em Madri. Já que o segundo jogo será realizado, o certo era manter o mando de campo do River Plate”, afirmou.

Em outro trecho da entrevista, Di Maria falou que seus companheiros de PSG ficaram chocados com toda a confusão no maior torneio de clubes da América.

“Os franceses me perguntaram tudo sobre o ocorrido e foi impossível explicar. O que houve na Argentina é inexplicável e assustador”, afirmou.

Confusões á parte, River Plate e Boca Juniors voltam a se encontrar no próximo domingo para decidir o campeão da Libertadores 2018.